Notícias

SIPAT – Palestras alertam sobre perigos da omissão e da má conduta

10/08/2018

Entre os dias 23 e 27 de julho ocorreu a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT) da Languiru, organizada pelo Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), em conjunto com as Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPAs).

Levando em consideração o lema “Qualidade de vida no trabalho – viva melhor e viva mais”, experientes profissionais conduziram palestras que tiveram a finalidade de instruir e enfatizar a prevenção de acidentes de trabalho. A programação envolveu funcionários dos diversos setores administrativos, comerciais, industriais, técnicos, de produção e de varejo da cooperativa.

 

Ótima oportunidade para relembrar conceitos

 

Para o técnico em Segurança do Trabalho, Afrânio Wiethölter, as palestras serviram para os colaboradores repensarem atitudes e mudarem hábitos. Observou que, por vezes, as pessoas cumprem a sua jornada sem preocupação com a segurança e seu bem-estar. “Esses cuidados devem estar presentes diariamente, sempre com o intuito de preservar o nosso bem maior que é a saúde e a integridade física. A SIPAT é uma ótima oportunidade para relembrar esses conceitos em nosso local de trabalho”, afirmou.

 

Álcool e drogas

UPL de Bom Retiro do Sul recebeu palestra sobre álcool e drogadição (Foto: Éderson Moisés Käfer)

 

Uma das palestras que mais chamou a atenção dos colaboradores foi sobre o tema “Álcool e drogas”. O enfermeiro da Área Promocional da Saúde da Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo, Luís Felipe Pissaia, defendeu a necessidade de se ter um alerta constante no combate ao uso dessas substâncias psicoativas. Lembrou que as drogas estão em todo lugar e que, geralmente, o uso está relacionado à depressão. “A sensação é de prazer no início, no entanto, o usuário pode virar dependente com o tempo”, avisou. As drogas lícitas receberam atenção especial. “A dependência de álcool é muito complicada. A família adoece junto em função do sofrimento mental e psicológico”, alertou.

 

Manipulação de produtos químicos

Manipulação de produtos químicos foi um dos temas abordados na programação que envolveu colaboradores dos Incubatórios (Foto: Éderson Moisés Käfer)

 

A gerente de Qualidade e Produção da American Nutrients, Luise Huebner, palestrou sobre a manipulação de produtos químicos no ambiente de trabalho. Ela mencionou exemplos de situações ou agentes com capacidade de causar danos, acidentes, lesões, doenças ocupacionais e reduzir a qualidade de vida do trabalhador. Luise procurou ser esclarecedora sobre os tipos de substâncias inflamáveis, corrosivas e tóxicas. Destacou que é necessário ler atentamente as instruções dos rótulos, nunca armazenar os produtos químicos em recipientes fechados e liberar o manuseio somente a pessoas que receberam orientação. “Todos os trabalhadores que manuseiam produtos químicos devem ter passado por algum tipo de treinamento. Da mesma forma, é indispensável o uso de equipamentos de proteção individual. A contaminação pode ocorrer através da pele, respiração ou contato com a boca”, complementou.

 

Doenças sexualmente transmissíveis

DSTs pautaram palestra para funcionários do Departamento Técnico, lojas Agrocenter e Sede Administrativa (Foto: Leandro Augusto Hamester)

 

O enfermeiro Maicon Pedra, que também atende à Secretaria da Saúde de Teutônia, abordou o tema das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Trouxe números preocupantes quanto ao registro de casos no município e na região, especialmente relacionados ao HIV. “Quando esses casos chegam até os órgãos de saúde, geralmente já estão em estágio avançado”, alertou, detalhando formas de transmissão e sintomas. “O acompanhamento médico é fundamental, assim como o diálogo com o parceiro sexual. A maioria das DSTs é de fácil resolução quando tratada da maneira correta e no tempo certo. Muitas pessoas têm vergonha de procurar o serviço de saúde, mas mais vale prevenir do que remediar”, sugeriu, informando que atualmente Porto Alegre é reconhecida como a capital nacional do HIV.

 

Ansiedade e depressão

Ansiedade e depressão foram aspectos tratados junto aos colaboradores da Central de Distribuição de Teutônia (Foto: Leandro Augusto Hamester)

 

A psicóloga da Famit, Samanta Wessel, alertou para “Doenças silenciosas – ansiedade e depressão”, chamando atenção para os sintomas e o acesso à informação. “O Brasil é o país mais ansioso do mundo e somos o 5º com mais casos de depressão. São duas áreas da saúde com muitos mitos e tabus a serem superados, onde a prevenção é muito importante, aliada à atenção da família, dos amigos e colegas”, disse. Ela também enumerou alguns dos principais sintomas e causas das doenças. “O tratamento exige o acompanhamento de profissional da saúde”, referendou, citando o Centro de Valorização à Vida (CVV), pelo fone 188, como importante aliado com acesso gratuito em todo Brasil.

 

 

TEXTO – Éderson Moisés Käfer e Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Tecnologia no campo

Languiru oferece curso gratuito de inclusão digital aos seus associados

Aprendiz Cooperativo do Campo

Nova turma participa de atividades teóricas e práticas até janeiro de 2023

Líderes de Núcleo

Desempenho e investimentos pautam reunião online

Amplo e moderno

Apresentado novo Agrocenter Máquinas

Encontro Mulheres Cooperativistas

Languiru disponibiliza vagas gratuitas limitadas

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.