Notícias

Retrospectiva e perspectivas para 2019 pautam reunião de líderes de Núcleo

07/01/2019

No mês de novembro ocorreu reunião de líderes de Núcleo na Associação dos Funcionários da Languiru. O encontro contou com a presença do presidente Dirceu Bayer, que contextualizou o desempenho financeiro e a projeção de investimentos da cooperativa, além de traçar perspectivas para 2019.

Antes disso, foram apresentados os resultados da cooperativa acumulados até setembro, etapa que foi conduzida pela gerente-executiva de controladoria Carla Gregory e pelo diretor-administrativo Euclides Andrade. Carla detalhou demonstrações contábeis, especificando questões relativas ao ativo (bens e direitos) e passivo (obrigações e compromissos a pagar com terceiros). Já Andrade abordou recentes investimentos da cooperativa, como, por exemplo, o Agrocenter Languiru em Venâncio Aires.

Grupo esteve reunido no fim do mês de novembro (Foto: Leandro Augusto Hamester)

 

Resultado positivo apesar de dificuldades

 

Sobre o exercício de 2018, Bayer lamentou os altos custos de produção, especialmente de matérias-primas como milho e farelo de soja. Também entende que a imagem dos produtos brasileiros ficou prejudicada com o episódio da Operação Carne Fraca. Explicou que as empresas que trabalham com geração de proteína animal tiveram dificuldades em 2018 e, nesse sentido, lembrou que os produtos da cooperativa disputam espaço na gôndola com produtos de grandes conglomerados, inclusive do mercado internacional. “Diante disso, precisamos encontrar outras alternativas, e isso também serve para os produtores rurais. É importante diversificar as atividades na propriedade”, afirmou.

Apesar desse cenário, o presidente ressaltou a importância da diversificação de negócios da cooperativa, enaltecendo o desempenho dos Supermercados Languiru, lojas Agrocenter Languiru e Rações Languiru. Observou que esses negócios contribuem para equilibrar o balanço da cooperativa, por vezes contornando situações adversas que surgem na avicultura, na suinocultura e na produção de leite. “Hoje, 32% do faturamento está relacionado ao setor de varejo. Apesar de todas as dificuldades, estamos com resultado positivo”, comemorou.

Bayer informou que a cooperativa está fazendo estudos de viabilidade de investimentos e enfatizou a instalação de loja Agrocenter Languiru no município de Venâncio Aires. Nesse contexto, elogiou a performance do setor de máquinas do Agrocenter Languiru. “Mesmo com todas as dificuldades, tanto a cooperativa como o seu associado não reduziram a produção”, destacou.

Ele ainda citou os projetos da cooperativa, como o de governança cooperativa e o programa de desenvolvimento de novas lideranças do quadro social. “Participem dos treinamentos e qualificações oferecidas pela Languiru”, recomendou. Por fim, contextualizou a parceria recentemente concretizada entre Languiru e Cosuel. “Unidos somos mais fortes”, afirmou.

 

 

 

TEXTO – Éderson Moisés Käfer e Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Curso de Sucessão Familiar

“Eu quero ficar aqui, seguir em frente, investir e aumentar a produtividade”

Agrocenter

Languiru investe em loja modelo para o segmento de máquinas e implementos agrícolas

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.