Notícias

Programa de Sucessão Familiar – Pais e filhos debatem a sucessão familiar e o balanço patrimonial

30/04/2019

Jovens produtores rurais buscando compreender as técnicas mais eficazes de fazer a gestão de resultados econômico-financeiros; pais trocando experiências de vida sobre o processo mais adequado de encaminhar a sucessão na propriedade rural. Esse panorama resume o encontro do Programa de Sucessão Familiar Languiru do mês de abril, na Associação dos Funcionários da Languiru.

Jovens foram instruídos quanto à execução do balanço patrimonial e incentivados a agregar valor na propriedade rural (Fotos: Éderson Moisés Käfer)

Parte da receita deve ser investida no negócio

 

O professor Martin Schulz enfatizou que a gestão patrimonial é o jeito mais eficiente de utilizar os recursos da propriedade rural. Nesse sentido, observou que é preciso entender a sistemática do balanço patrimonial. “Muitos agricultores conduzem a propriedade rural como uma conta corrente. Se recebeu dinheiro e não tem conta para pagar, bota o dinheiro no bolso e leva para casa; se tem conta para pagar e gastou o dinheiro, acaba ficando estressado. Entendam que o negócio é dono de parte do dinheiro que você recebe pelo seu trabalho”, explicou.

 

Líder de custos X gerador de receitas

Pais receberam ensinamentos de como proceder na sucessão familiar

Schulz comentou que as empresas, independentemente do setor, costumam optar por dois caminhos para ter lucro. A primeira alternativa é a redução de custos, uma decisão que envolve procedimentos administrativos complexos. “É uma prática imediatista, uma vez que a redução de custos sempre será temporária. Quanto mais para baixo o custo, menor será a qualidade proporcional”, condenou. A outra possibilidade é agregar valor diversificando a matriz produtiva e ganhando mais por unidade produzida. “Temos que nos preocupar em cobrar mais pelo nosso produto, uma vez que, ou você é líder de custos ou gerador de receitas”, argumentou.

O cronograma também contou com dinâmica onde os jovens foram separados em grupos, tendo a tarefa de elencar formas de aumentar as receitas das propriedades rurais. Por fim, ao apresentar vídeo, o professor conduziu momento de reflexão. “Temos uma cultura de punir quem fez errado e de não punir quem fez pouco”, observou.

 

Felicidade é o maior propósito

 

O professor Carlos Baioto coordenou encontro que teve o propósito de sensibilizar os pais. Esclareceu a diferença entre valores tangíveis (capital monetário) e valores intangíveis (vínculos sociais). “A sucessão familiar é a arte de combinar esses valores”, afirmou. O professor comentou que houve mudanças nas relações familiares, no entanto, os valores continuam inalterados. “Existe um valor maior do que a felicidade?”, questionou.

Baioto destacou que o exemplo é a principal forma de comunicação dos pais

O professor enfatizou que a construção de valores começa dentro da família, destacando o incentivo ao espírito cooperativo e o respeito ao próximo. “A depressão é a ausência de propósito na vida, sendo que cada um é responsável pelo seu propósito. A felicidade da família é o maior propósito que alguém pode querer”, definiu.

 

Exemplo dos pais é fundamental

 

Baioto reforçou que é preciso entender que todas as gerações são diferentes, um processo que sempre leva à mudança de comportamentos e, por ventura, desencadeia conflitos. Nesse sentido, reiterou a necessidade de iniciar o processo de governança familiar o quanto antes. O professor tratou de ensinar métodos para facilitar a sucessão familiar. “Os principais responsáveis pela educação são os pais e a principal via de comunicação é o exemplo”, concluiu.

 

 

TEXTO – Éderson Moisés Käfer e Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Meteorologia

Perspectivas do clima para o planejamento da lavoura serão pauta de encontro de associados

Grãos e hortifrúti

Languiru sela parceria com a Philip Morris

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.