Notícias

Presidente de grupo chinês visita Languiru

17/08/2017

Recentemente a Cooperativa Languiru recebeu a visita de representante da empresa chinesa Huang Shang Huang Food Group (HSH Group), o presidente Chu Jiangeng. Trata-se do segundo maior grupo chinês na área de processamento de proteína animal, especializado em produtos derivados de carne de pato e de frango.

Jiangeng, acompanhado de intérpretes, foi recebido pelo vice-presidente da Languiru, Renato Kreimeier, pelo diretor administrativo Euclides Andrade, pelo gerente de negócios Fabiano Leonhardt, pelo coordenador do Setor de Suínos do Departamento Técnico, Beto Markus, pelo técnico em Agropecuária do Setor de Aves do Departamento Técnico, Rafael Teixeira, e pelo representante da empresa M. Stockmann & Cia. Ltda., Mário Stockmann.

Num primeiro momento, Kreimeier apresentou a cooperativa, com destaque para vídeo institucional, números e detalhes dos volumes produtivos, bem como a diversidade de negócios da Languiru. Em seguida, visitaram propriedades de associados com produção de frangos e suínos, bem como o Frigorífico de Aves, em Westfália, e o Frigorífico de Suínos, em Poço das Antas. Em Linha Catarina, conheceram as instalações de aviário na propriedade do associado Marcelo Tiggemann, enquanto que em Linha Clara, ambos em Teutônia, visitaram as instalações da propriedade do associado Ademir Krützmann, integrado com produção de suínos.

 

Visita

 

A visita chinesa teve por objetivo a conferência in loco das instalações da Languiru, com o intuito de possibilitar o estreitamento de laços e ampliação de parceria para o fornecimento de carnes para o mercado asiático. “Atualmente a Cooperativa Languiru exporta carne congelada de frango e suíno para Hong Kong. O mercado chinês é muito importante para os frigoríficos brasileiros, considerando a crescente expansão da renda da população, o que tem possibilitado incrementar a demanda por proteína animal”, avalia Kreimeier. Atualmente, a China é o maior cliente brasileiro para carne bovina e o segundo maior para carne de frango, atrás apenas da Arábia Saudita.

O crescimento econômico chinês trouxe problemas de êxodo rural, o que somado a dificuldades em reservas hídricas e questões sanitárias, tem reduzido a capacidade de oferta de animais vivos para abate. Com a crescente demanda por alimentos processados, o grupo Huang Shang Huang prevê, em cinco anos, a falta de matéria-prima local para atender sua demanda. Nesse contexto, busca na Cooperativa Languiru um parceiro de produtos de aves e suínos.

Presidente Chu Jiangeng (c), acompanhado de intérpretes, foi recebido na Sede Administrativa da Languiru (Foto: Leandro Augusto Hamester)

Jiangeng se disse impressionado com as instalações das propriedades rurais e dos frigoríficos de aves e de suínos da cooperativa. Elogiou o rigoroso controle sanitário, desde às granjas até o abatedouro, equiparando com o padrão europeu no trato com os animais e nos processos industriais.

Entre os produtos que mais interessam à empresa chinesa, destaque para miúdos e cortes de frangos e suínos, como pé, coxa e asa de frangos; rabo, língua, pé, orelha, barriga, estômago e intestino de suínos.

No mês de agosto o vice-presidente da Languiru, Renato Kreimeier, acompanhado do representante da empresa M. Stockmann & Cia. Ltda., Mário Stockmann, visitam as instalações do HSH Group na província de Jiangxi, localizada no Sul da China. A visita tem por objetivo estreitar relações comerciais, conhecer e ver in loco o potencial de negócios para produtos de frangos e suínos.

 

Grupo chinês

 

O chinês HSH Group comercializa produtos processados, temperados e prontos para o consumo. O grupo também atua, por meio de sua holding (empresa que possui a maioria das ações de outras organizações e que detém o controle de sua administração e políticas empresariais), nos segmentos de construção civil, hotelaria e comércio de antiguidades.

A empresa foi fundada em 1993 e conta com mais de três mil funcionários, atuando em 16 diferentes ramos. As indústrias do grupo têm capacidade para abate de 30 milhões de cabeças por ano, com capacidade de processamento de 42 mil toneladas de carne.

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Tecnologia no campo

Languiru oferece curso gratuito de inclusão digital aos seus associados

Aprendiz Cooperativo do Campo

Nova turma participa de atividades teóricas e práticas até janeiro de 2023

Líderes de Núcleo

Desempenho e investimentos pautam reunião online

Amplo e moderno

Apresentado novo Agrocenter Máquinas

Encontro Mulheres Cooperativistas

Languiru disponibiliza vagas gratuitas limitadas

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.