Notícias

Mérito Lojista – “Oscar” do varejo gaúcho reconhece qualidade da Languiru

13/12/2017

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) proporcionou uma noite que não será esquecida tão cedo por personalidades e empresas do Estado. No dia 07 de dezembro, a entidade reconheceu a excelência do trabalho desenvolvido por lideranças e organizações do varejo gaúcho, tendo por local o Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre.

Bayer (e) recebeu troféu das mãos do presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch (Fotos: Éderson Moisés Käfer)

O Prêmio Mérito Lojista foi entregue para 34 empresas agraciadas nas categorias de Alimentos, Bazar, Bebidas, Calçados, Churrascaria, Comunicação, Equipamentos, Higiene Pessoal, Material de Limpeza, Móveis, Papelaria e Serviços. Nesse seleto grupo de premiados, a Cooperativa Languiru recebeu o prêmio de cooperativa mais lembrada na Categoria Alimentos, evidenciando toda a confiança que conquistou no mercado gaúcho. A premiação foi recebida pelo presidente Dirceu Bayer, que esteve acompanhado do vice-presidente Renato Kreimeier, do diretor-administrativo Euclides Andrade, do gerente de negócios Fabiano Leonhardt, da contadora Carla Fabiana Gregory, do gerente de vendas Airton José Prediger, do gerente de varejo Robson Luís Souza e do gerente de supermercados Vitor Claus Dahmer.

Presidente Dirceu Bayer (e) e vice-presidente Renato Kreimeier (d) com o governador José Ivo Sartori e a primeira-dama do Estado

Na cerimônia, também foi entregue o prêmio QComércio nas categorias Bronze, Prata, Ouro e Safira. Da mesma forma, foi entregue a condecoração Personalidade Mérito 2017 para os destaques Empresa Varejista, Comunicação, Jurídica, Dirigente Empresarial, Parlamentar, Empreendedor, Gestão Pública, Gestão Esportiva e Educandário.

Considerado o “Oscar” do varejo gaúcho, o Prêmio Mérito Lojista também foi prestigiado pelo governador do Estado, José Ivo Sartori. Outro ponto que marcou o evento foi o brinde especial à celebração dos 45 anos da FCDL-RS.

 

Reconhecimento

 

Em entrevista aos meios de comunicação, Bayer lembrou que a Languiru procura estar mais perto de seus clientes por meio das Centrais de Distribuição (CDs), que agilizam o atendimento e ficam próximas aos grandes centros. O presidente da cooperativa entende que o prêmio vem complementar uma série de reconhecimentos endereçados à Languiru. “É uma honra receber este prêmio, num momento histórico da Languiru. Ele reconhece a cooperativa como empresa séria, de renome nacional e internacional, presente em diferentes regiões do Brasil e exportando para cinco continentes”, complementou.

Entidade reconheceu a excelência do trabalho desenvolvido por lideranças e organizações do varejo gaúcho

Bayer frisou que o cooperativismo tem tido papel fundamental no Vale do Taquari e no posicionamento da Languiru entre as maiores empresas do Rio Grande do Sul. “Esse modelo faz com que o resultado do trabalho permaneça na região, com a distribuição de sobras aos associados. Primamos pelo crescimento sustentável.”

 

“Precisamos ser práticos e efetivos”

 

O presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, classificou os laureados como “ícones” para a sustentabilidade econômica do varejo gaúcho. Identificou os fornecedores premiados como “exemplos” na busca do desenvolvimento do Rio Grande do Sul. “O varejo gaúcho reagiu e serve de exemplo para o país, uma vez que fecharemos o ano com crescimento de 13,4% nas vendas”, festejou, reforçando o poder de flexibilidade do comércio, “que reagiu e conseguiu estagnar o fechamento de lojas em 2017. Foram três anos de recessão e empobrecimento em função da política errônea adotada no país”.

Presidente Koch parabenizou direção, colaboradores e associados da Languiru pelo prêmio

Koch observou que a retomada do crescimento da economia brasileira passa por decisões estratégicas, firmes e coerentes. Citou países que tomaram decisões duras que penalizaram a sociedade num primeiro momento, no entanto, colheram resultados logo em seguida. “Gestor eficiente é aquele que faz a sua gestão com poucos recursos. Precisamos ser práticos e efetivos”, sintetizou.

Para o presidente da FCDL, o setor privado deve reivindicar decisões que retomem o crescimento do país. Apontou que as nações emergentes cresceram 41% e o Brasil 2,5% em 2017. “Isso significa que não somos competidores e nossa indústria está sucateada. Temos problemas enormes pela frente, mas que podem ser resolvidos”, projetou.

 

 

 

TEXTO – Éderson Moisés Käfer e Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Fórum Tecnológico do Leite

Gerenciamento da propriedade fecha ciclo de palestras online

Fórum Tecnológico do Leite

Segunda noite do evento debate sistemas produtivos

66 anos

Cooperativa promove campanha exclusiva para associados

Fórum Tecnológico do Leite

Gestão reprodutiva do rebanho pauta primeira noite do evento

Comitê Mulheres Cooperadas

Saúde da mulher será tema de palestra no dia 27 de outubro

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.