Notícias

Languiru integra comitiva em reunião na Secretaria Estadual dos Transportes

11/03/2016

No início do mês de março o presidente da Cooperativa Languiru, Dirceu Bayer, acompanhado do coordenador administrativo do Frigorífico de Suínos da cooperativa, Jair Schneider, integraram comitiva de lideranças de Teutônia e Poço das Antas que participou de reunião na Secretaria Estadual dos Transportes, em Porto Alegre. O grupo, que ainda teve a participação do prefeito e vice-prefeito de Teutônia, Renato Altmann e Evandro Biondo, respectivamente, e da presidente do Poder Legislativo de Teutônia, vereadora Mareli Lerner Vogel, foi recebido pelo secretário estadual dos Transportes, Pedro Westphalen, e pelo diretor presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes.

O encontro teve por objetivo buscar soluções para as situações críticas da ERS-128 (Via Láctea), em especial as travessias de bairros nos trevos de Teutônia, num trecho urbano de cerca de dez quilômetros; pavimentação da Estrada de Linha Ribeiro a Wink Alta; solução para o acesso à Indústria de Laticínios da Languiru, no Bairro Teutônia; e execução dos trevos de acesso ao Frigorífico de Suínos da Languiru, em Poço das Antas, na ERS-419.

Lideranças de Teutônia reivindicam melhorias para a Via Láctea. EGR se comprometeu a analisar situação (Fotos: Lucas Leandro Brune)
Lideranças de Teutônia reivindicam melhorias para a Via Láctea. EGR se comprometeu a analisar situação (Fotos: Lucas Leandro Brune)

A EGR se comprometeu a vir para Teutônia com diretor técnico e engenheiro para fazer um levantamento completo e definir as prioridades. O prefeito de Teutônia, Renato Airton Altmann, lembrou que a rodovia possui 31 anos e desde então não houve melhorias estruturais. “Pedimos medidas emergenciais nos trevos e acesso à Languiru”, salienta. Altmann reforça que o Município já reivindica melhorias na rodovia desde 2000 e dezenas de ofícios e documentos foram encaminhados aos diferentes grupos políticos que governaram o Estado desde então, porém, até hoje, não houve nenhum resultado prático.

O presidente da Cooperativa Languiru, Dirceu Bayer, revelou a preocupação com o acesso à Laticínios, pois “são cerca de 100 carretas e caminhões passando por dia em um local inclinado na ligação com a Via Láctea. É um perigo constante”.

O presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes, lembra que a Via Láctea foi repassada à estatal durante o ano passado “e o custo de manutenção não está computado na tarifa. Para resolver todos os problemas seriam necessários R$ 3 milhões”, estima. Como não há essa disponibilidade, Nunes sugere estabelecer prioridades, “pois o governo tem como princípio só iniciar o que pode ser terminado”. Também propôs que os trevos prioritários sejam encaminhados via Corepe.

O secretário Pedro Westphalen explicou que solucionar questões da ERS-128 é mais tranquilo, pois está sob a gerência da EGR. “Temos que fazer um levantamento e uma programação. Se fosse pelo DAER, seria difícil, porque está ligado ao Estado”. Westphalen ainda lembrou do projeto de modernização da EGR, que vai facilitar e agilizar ações de parte da estatal.

Presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes (e), e secretário dos Transportes, Pedro Westphalen
Presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes (e), e secretário dos Transportes, Pedro Westphalen

O vice-prefeito Evandro Biondo defendeu a necessidade de medidas emergenciais na Via Láctea, considerando que são sete trevos em dez quilômetros, além de dar acesso a outros municípios, como Poço das Antas, Imigrante, Westfália, Boa Vista do Sul e região da Serra.

A presidente da Câmara de Vereadores, Mareli Lerner Vogel, liderou a marcação da audiência e reforçou a preocupação da Casa Legislativa com o quadro. Destacou que Executivo e vereadores são cobrados pelo povo, mas a rodovia é estadual e o Município não tem como agir, ficando reféns da inércia do Estado.

Mais pleitos de Teutônia e Poço das Antas

 

Aproveitando o encontro, Altmann cobrou o cumprimento do Termo de Compromisso assinado pelo Estado em 04 de julho de 2014 para pavimentar a Estrada de Linha Ribeiro a Wink Alta. São cerca de 2,5 quilômetros e investimento de R$ 2 milhões, dos quais R$ 1,5 milhão são responsabilidade do Estado e R$ 500 mil do Município. “Seria uma via alternativa para diminuir o fluxo na Via Láctea, na ligação do Bairro Canabarro a Estrela e Lajeado”, salienta.

Westphalen informou que o Governo do Estado está retomando a sistemática de convênios com municípios para agilizar obras importantes, “porque os trâmites são rápidos e o custo da obra é menor”. Revelou que muitos convênios ficaram parados por questões ambientais e burocráticas. “Precisamos primeiro pagar o passivo, depois retomar”, observou.

Bayer pediu ao Estado a execução dos trevos de acesso ao Frigorífico de Suínos da cooperativa em Poço das Antas, na ERS-419. O Estado já autorizou a implantação dos trevos, todavia, falta a execução. Como o trecho é de responsabilidade do DAER, em função da situação financeira do Estado e pelo alto custo da obra para a prefeitura, não há uma projeção de prazo para a implantação. Westphalen abriu a possibilidade de analisar uma parceria com o Município, “mas é mais complicado por se tratar de DAER”.

TEXTO – Leandro Augusto Hamester e Lucas Leandro Brune

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Meteorologia

Perspectivas do clima para o planejamento da lavoura serão pauta de encontro de associados

Grãos e hortifrúti

Languiru sela parceria com a Philip Morris

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.