Notícias

Languiru e Claas reforçam posicionamento no segmento de máquinas agrícolas

18/03/2019

Durante a 20ª Expodireto Cotrijal, realizada em Não-Me-Toque/RS no período de 11 a 15 de março, a Cooperativa Languiru e a multinacional alemã Claas apresentaram máquinas e implementos agrícolas. Também houve palestra da Languiru e Claas no espaço do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, a casa do cooperativismo na feira. O evento destacou a influência dos serviços do maquinário na melhora do desempenho do gado leiteiro e os projetos de expansão para os próximos anos. Os palestrantes foram o coordenador de máquinas das lojas Agrocenter Languiru, Neodi Elias Tischer, e o consultor de suporte de negócios da Claas, Luís Bernardo Scheeren.

Associados, clientes, convidados e visitantes foram recebidos no estande Languiru-Claas (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

Na abertura do evento, o presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, saudou a iniciativa e parabenizou a Languiru pelo trabalho. “A assistência técnica e o suporte disponibilizado pelas cooperativas garantem a sustentabilidade no campo”, frisou.

 

Relação comercial

 

Tischer lembrou o início da relação comercial entre Languiru e Claas, em 2014. A cooperativa é representante da multinacional alemã, uma das maiores fabricantes de maquinário agrícola no mundo, para o Rio Grande Sul. “Esse trabalho conjunto leva tecnologia ao campo. Nossa região é caracterizada por pequenas propriedades rurais familiares e as máquinas e implementos Claas contribuem para a otimização produtiva no campo”, apontou.

Ele também falou dos trâmites que envolvem a importação dos equipamentos e a presença mundial da Claas. “No Brasil são três grandes importadoras que fazem todos os negócios da multinacional. Contamos com profissionais capacitados para dar o suporte necessário ao produtor rural, além do trabalho de pós-venda eficiente e de qualidade. A Claas procurou a cooperativa por vislumbrar muito além da venda de equipamentos. Os princípios do cooperativismo e o envolvimento da Languiru com as comunidades também foram essenciais”, frisou.

Palestra destacou a influência da tecnologia no campo para a melhora do desempenho do gado leiteiro

 

Silagem de qualidade

 

Tischer apresentou o sistema cracker (quebra de grãos), que contribui para a qualidade da nutrição animal. Com a quebra do grão, ocorre a liberação do amido e há menor perda causada pela não digestão dos grãos, além da possibilidade de ensilagem de material mais seco e ainda o corte mais preciso, evitando perdas no cocho. “A energia do grão é melhor aproveitada. O advento dos misturadores também permite a ‘ração total’, em que o animal vai comer o que precisa, não apenas o que gosta”, exemplificou.

Entre os benefícios para a propriedade e para o rebanho, destaque para o aumento do rendimento leiteiro e melhora dos sólidos do leite (potencial de melhora do custo benefício), redução de custos com complemento volumoso, aumento do consumo de silagem pela vaca, melhora da sanidade animal e estabilização do pH no rúmen, aumento da ruminação e bem-estar animal, redução do consumo e custos com concentrado em detrimento da maior trituração da silagem, mais longevidade e fertilidade devido a melhor sanidade animal.

Scheeren complementou a apresentação relacionando os desafios da mecanização na nutrição animal. “A agricultura familiar gera boa parte dos alimentos no Brasil, e é nesse cenário que agregamos valor à matéria-prima. Hoje, o país já ocupa o 4º lugar em volume de produção leiteira no mundo, inclusive com a expectativa de que deixemos de ser um país importador para nos tornarmos exportadores de leite”, disse.

Diante desse cenário, a nutrição do rebanho é essencial para o aumento do volume produzido e qualidade da matéria-prima. “A silagem garante disponibilidade de alimento uniforme durante o ano todo, e produzir uma boa silagem é mais barato que produzir uma silagem de má qualidade”, afirmou Scheeren, detalhando características técnicas e estudos de silagem e rendimento leiteiro do rebanho.

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Curso de Sucessão Familiar

“Eu quero ficar aqui, seguir em frente, investir e aumentar a produtividade”

Agrocenter

Languiru investe em loja modelo para o segmento de máquinas e implementos agrícolas

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.