Notícias

Languiru beneficiada com R$ 10,6 milhões para novo centro de distribuição

06/07/2015

A Cooperativa Languiru foi beneficiada com R$ 10,6 milhões de recursos concedidos pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A assinatura do contrato de financiamento ocorreu no dia 29 de junho, em solenidade no Palácio Piratini, em Porto Alegre, com a presença do governador José Ivo Sartori e do vice-presidente do BRDE, Odacir Klein.

O valor será investido pela cooperativa teutoniense na aquisição e adaptação do seu novo Centro de Distribuição Vale do Taquari, instalado no Bairro Teutônia, e cujo prédio foi adquirido, em negociação realizada ainda em 2014, da coirmã Cooperativa Regional de Desenvolvimento Teutônia – Certel.

Presidente da Cooperativa Languiru, Dirceu Bayer (c), assinou novo contrato de financiamento do BRDE ao lado do governador José Ivo Sartori e do vice-presidente do BRDE, Odacir Klein (Foto: Mauro L. Moraes / Divulgação BRDE)
Presidente da Cooperativa Languiru, Dirceu Bayer (c), assinou novo contrato de financiamento do BRDE ao lado do governador José Ivo Sartori e do vice-presidente do BRDE, Odacir Klein (Fotos: Mauro L. Moraes / Divulgação BRDE)

“A Languiru está muito atenta à situação econômica do país. A aquisição do prédio da Certel foi uma oportunidade de negócio, boa para as duas cooperativas. A Languiru necessita de um amplo espaço com câmaras frias para estocagem de seus produtos, atendendo à legislação vigente e exigências do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Após passar por obras de adequação, o local irá oferecer 6.500m²”, avalia o presidente da Languiru, Dirceu Bayer.

O novo Centro de Distribuição da Languiru está localizado no Bairro Teutônia, próximo à rodovia ERS-128 (Via Láctea) e à Indústria de Laticínios. As obras de adequação do espaço devem estar concluídas até o final de 2015 ou início de 2016. O prédio conta com dois pavimentos, o primeiro a ser utilizado como depósito de produtos secos, que não exigem refrigeração, e o segundo com instalação de câmaras frias. “Com isso, reduzimos despesas da cooperativa com o aluguel de outras estruturas com as quais contamos hoje para estocagem e refrigeração de produtos. Atendendo exigências do MAPA, teremos a possibilidade de alocar todos os produtos industrializados, especialmente do setor de lácteos, num único espaço, favorecendo também a logística e reduzindo custos com transporte”, justifica o presidente.

Cerimônia de assinatura dos contratos de financiamento ocorreu no dia 29 de junho, no Palácio Piratini, em Porto Alegre
Cerimônia de assinatura dos contratos de financiamento ocorreu no dia 29 de junho, no Palácio Piratini, em Porto Alegre

Bayer ainda ressalta as vantagens da Languiru ter realizado a operação considerando critérios do Plano Safra 2014/2015, com taxas de juros mais atrativas se comparadas ao novo Plano Safra que entrou em vigor no mês de julho. “Além disso, trata-se de um financiamento de longo prazo, com 12 anos, dos quais três anos de carência.”

 

Cadeia produtiva do leite

 

Além do contrato com a Languiru o BRDE ainda assinou outros dois projetos que beneficiam diretamente a cadeia produtiva do leite, contemplando as cooperativas Santa Clara e CCGL. Os três contratos totalizam R$ 89,3 milhões.

“Estes investimentos representam o esforço do governo no sentido de impulsionar o agronegócio e sua competitividade. Queremos dar ânimo aos projetos das cooperativas e criar um ambiente propício para o desenvolvimento. Sabemos que mais de 125 mil famílias gaúchas tiram seu sustento da bacia leiteira. Não são casos isolados que vão manchar a imagem desta cadeia produtiva, forte e reconhecida”, afirmou o governador Sartori.

Comitiva das cooperativas gaúchas com representantes do Governo do Estado e o governador José Ivo Sartori
Comitiva das cooperativas gaúchas com representantes do Governo do Estado e o governador José Ivo Sartori

De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Estado do Rio Grande do Sul (Sindilat), Alexandre Guerra, as três cooperativas beneficiadas respondem por aproximadamente 20% da produção gaúcha. “O valor disponibilizado para o nosso segmento permite a ampliação e expansão dos projetos, apesar de vivermos um momento de crise. As três empresas cooperativadas representam mais de 10 mil produtores gaúchos”, disse. Questionado sobre problemas de qualidade do leite gaúcho, o dirigente respondeu que o produto é o mais monitorado do país. “Logo, garantimos a qualidade”, ressaltou.

 

Outras cooperativas beneficiadas

 

As cooperativas contempladas vão gerar 246 novos postos de trabalho diretos e centenas de outros indiretos em toda a cadeia produtiva. Além disso, segundo Odacir Klein, a projeção é de que haja um acréscimo de R$ 22,5 milhões de ICMS para o Rio Grande do Sul.

Languiru segue com obras de adequação no novo Centro de Distribuição, em Teutônia (Foto: Leandro Augusto Hamester)
Languiru segue com obras de adequação no novo Centro de Distribuição, em Teutônia (Foto: Leandro Augusto Hamester)

A Cooperativa Santa Clara construirá uma nova indústria de laticínios, com financiamento de R$ 70 milhões do BRDE. A Cooperativa Central Gaúcha (CCGL) teve aprovado pelo BRDE um crédito de R$ 8,6 milhões para construção de armazém de produtos lácteos, com 7.500m².

O vice-presidente do BRDE, Odacir Klein, também falou da inclusão dos financiamentos no antigo Plano Safra. “São três financiamentos diferentes e parte do valor ainda entra no Plano Safra 2014/2015, com juros de 2%, quando o juro para o novo Plano Safra já é de 5,5% nessas operações de Pronaf Agroindustrial. São financiamentos que visam estimular as cooperativas na área de laticínios.”

O secretário de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, falou da importância desses recursos para a economia do Estado. “São investimentos importantes para contribuir como alternativa para o atual momento econômico. O aporte de recursos permite novos investimentos e contribui para o desenvolvimento regional e do Estado, num momento em que temos dificuldades econômicas e financeiras em todo país.”

 

 

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester, Anamaria Bessil e Mauro Moraes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Meteorologia

Perspectivas do clima para o planejamento da lavoura serão pauta de encontro de associados

Grãos e hortifrúti

Languiru sela parceria com a Philip Morris

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.