, 00:00:00

Voltar

JAQUELINE WEBER

21 de MAI de 2019
Attitude

Categoria: Nossas equipes

Dedicada, audaciosa e promissora. Estes são alguns dos adjetivos que identificam a atleta Jaqueline Beatriz Weber, uma teutoniense que começou no atletismo por meio de uma brincadeira do avô, ingressando na equipe de atletismo do Colégio Teutônia. A partir dos 10 anos de idade, Jaque Weber começou a despontar nos circuitos escolares do Rio Grande do Sul.

Aos 17 anos, recebeu convites dos dois maiores polos de atletismo no Estado: a Sogipa, de Porto Alegre e a Unisc, de Santa Cruz do Sul. Na época, a modalidade era coordenada na universidade sul santa-cruzense por Jorge Peçanha, pai e treinador do maior atleta gaúcho da modalidade, Fabiano Peçanha. O atleta era especialista em provas de meio-fundo (800m e 1500m), ídolo e referência no país. Como competia nas mesmas distâncias, Jaque Weber recebeu uma bolsa de estudos na Unisc e acabou se mudando para Santa Cruz do Sul.

Desde então, a sua carreira deslanchou. A atleta se especializou em provas de pista que misturam velocidade com resistência. Elas ocorrem em diversos lugares, tanto no Rio Grande do Sul, quanto em São Paulo, Rio de Janeiro ou no exterior, em países sul americanos, como Chile, Uruguai, Peru, e também na Europa. São Campeonatos Nacionais, Grand Prix Sul Americanos, Meetings Internacionais, competições universitárias, entre outros. Como forma de treinamento e inspirar outros corredores, por vezes, participa de corridas de rua.

Algumas conquistas já são inesquecíveis. Em 2016, se consagrou campeã do GP Sul Americano Orlando Guaita no Chile e do GP Sul Americano no Uruguai. No mesmo ano, também foi convocada para a Seleção Brasileira Adulta, quando representou o país no evento teste dos Jogos Olímpicos, durante o Campeonato Ibero Americano, que ocorreu no Estádio Olímpico João Havelange, no Rio de Janeiro. Para completar, conduziu a Tocha Olímpica pelas ruas da cidade de Lajeado, evento que integrou a programação de anúncio das Olimpíadas no Brasil.

Entre todas as conquistas, destaca a vitória no Pan-Americano Universitário, competição que ocorrem 2018, em São Paulo. Estavam presentes as atletas mais fortes de todas as Américas. Jaque Weber conquistou o primeiro lugar, colocando no lugar mais alto do pódio, a bandeira do Brasil. Talvez um prenúncio do que ainda está por vir.

Hoje, a jovem de 24 reside em Santa Cruz do Sul. Possui Bacharelado em Educação Física, porém, cursa Licenciatura em Educação Física. Também segue fazendo curso de inglês, com o propósito de escrever artigos para ingressar em um mestrado.

A atleta conta com o patrocínio da Cooperativa Languiru e da Rede de Supermerados Muller. Além disso, já integra a Associação Medalha de Ouro (AMO) da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC). Aos 22 anos, seu maior objetivo foi revelado em entrevista a Assessoria de Imprensa da Cooperativa Languiru. “Nosso planejamento é estar representando a Languiru, o município, o estado e o país, na próxima edição dos Jogos Olímpicos, em 2020, em Tóquio, no Japão”, projeta. Alguém duvida?

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe nas redes sociais: