Suínos

A cadeia produtiva da suinocultura ocorre em propriedades especializadas e inicia nas Unidades Produtoras de Leitões, as UPLs, onde ocorre o nascimento e o desmame.


Logo que o leitão nasce são prezados cuidados iniciais com corte, desinfecção do umbigo e colostragem. Com 3 dias de vida recebem uma dose de ferro, são vacinados para doenças respiratórias e entéricas aos 27 dias, e com 28 dias e 7,5 quilos são enviados para as Creches, em outras propriedades. Ali permanecem em média por 38 dias, para receberem o processo de nutrição específico dessa fase, tudo para que no final o suíno seja saudável.

Caso algum apresente problema nesse estágio, é separado do restante do lote em uma baia diferente, as UTIS, onde ficam até estarem recuperados.


Ao atingirem 38 dias e aproximadamente 24 quilos, são transportados para unidades de terminação, em propriedades de outros associados, responsáveis pelo processo de engorda, com rações que valorizam as qualidades da carne magra e nutritiva, além da sua maciez, marmoreio e coloração.


Dá unidade de terminação são conduzidos ao Frigorifico de Suínos em Poço das Antas. Quando chegam, são pesados em balança coletiva e passam por avaliação das condições de transporte e da lotação, o caminhão é descarregado. Cada lote de suínos recebe uma tatuagem com um número, para a rastreabilidade durante todo processo.


Após a chegada os suínos ficam em baias, com um sistema de chuveiros que melhoram o conforto térmico, para evitar o estresse, local onde os animais também passam por processo de higienização. Depois desse período, que varia em torno de 3 horas de descanso, os animais são encaminhados para a linha de produção.


Durante todo o processo são feitas inspeções para garantir a qualidade na carne que, aprovada, passa para um sistema de resfriamento.


Quando estão resfriadas, iniciam os cortes de carne, formando o pernil, filé, paleta, costela, carré, entre outros. Alguns cortes vão para o setor de industrialização, que produz salsichão, presunto e mortadela, entre outros.


Por fim, as carnes e industrializados passam pelo setor de embalagens e temperos, onde cada um recebe uma embalagem especifica e tempero conforme a demanda.


Depois, os produtos são encaminhados ao Centro de Distribuição, que organiza a logística de entrega aos clientes da Languiru.


O Frigorífico de Suínos da Languiru conta com inspeções em cada processo, além de todo suporte em EPIs necessários para proteger os trabalhadores. Cada processo que ocorre dentro do frigorifico é planejado, pensando no bem-estar do animal e dos funcionários, objetivando que cada etapa seja realizada corretamente e com segurança.

Além de oferecer produtos de qualidade, a Languiru está atenta à preservação do meio ambiente, por isso, conta com estruturas planejadas e que possibilitam o tratamento correto do processo de industrialização.


A linha de produtos suínos da Languiru possui um amplo catálogo, servindo diferentes gostos. Entre esses estão o salsichão, a Linha Chef e cortes congelados e resfriados. Ao todo, o mix de produtos suínos conta com mais de 140 opções.


Cada passo dado é focado na satisfação dos clientes e associados. A carne suína é uma das mais consumidas no mundo. A Languiru busca excelência desde o início da cadeia produtiva da suinocultura.

200

Produtos diferentes

10

Países que consomem

Frigorífico de Suínos - Poço das Antas/RS

Em 2010, a Languiru iniciou as obras do Frigorífico de Suínos, indústria localizada no município de Poço das Antas. A obra foi inaugurada em 2012, com um investimento aproximado em R$ 60 milhões. Atualmente, a estrutura conta com 18 mil metros quadrados, e desde o seu início, passou por diversas ampliações e mudanças, que facilitam o trabalho, com ampliações em linhas de tecnologia, além de aumento da qualidade e quantidade dos serviços, também facilitou a mão-de-obra.

A última ampliação ocorreu em 2020, com aumento de pocilgas para alojamento dos animais, ampliação nas câmaras de resfriamento e aumento da área de abate para possibilitar a alteração de 1500 suínos por dia para 1700. O frigorifico de suínos conta com um quadro de 600 funcionários, que produzem cerca de 107 produtos por dia. No último ano, somente a unidade frigorifica da Languiru, instalada no município de Poço das Antas, contribuiu com cerca de R$ 1.449.132,75 em ICMS, para o município.

Últimas inovações

Comitê Mulheres Cooperadas

Saúde da mulher será tema de palestra no dia 27 de outubro

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

Comitê Mulheres Cooperadas

Saúde da mulher será tema de palestra no dia 27 de outubro

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.