Notícias

Governança

Eleição e posse de Líderes de Núcleo ocorre em reuniões virtuais

15/03/2021

Leandro Augusto Hamester

Languiru organizou ciclo de reuniões nos dias 25 e 26 de fevereiro

Sem o aperto de mão, mas com o tradicional “olho no olho” e espírito cooperativo, a Languiru realizou ciclo de reuniões com eleição e posse de Líderes de Núcleo para a gestão 2021-2024. Em virtude da pandemia e preservando a saúde de todos, os encontros ocorreram nos dias 25 e 26 de fevereiro no formato virtual. A programação foi conduzida pelo presidente Dirceu Bayer, com acompanhamento da Comissão Eleitoral e setor Jurídico. Atualmente a Languiru conta com 46 Núcleos com líderes eleitos, distribuídos nos municípios de Teutônia, Westfália, Estrela, Colinas, Paverama, Bom Retiro do Sul, Cruzeiro do Sul, Imigrante, Poço das Antas, Boa Vista do Sul, Brochier e Arroio do Meio.

Para acessar as reuniões, os associados que se inscreveram previamente receberam link da ferramenta digital, disponibilizado pela cooperativa. Associados inscritos, sem acesso à internet, puderam acompanhar as reuniões de unidades da cooperativa, seguindo protocolos de segurança.

Reuniões e eleição virtual ocorreram em quatro turnos no fim do mês de fevereiro (Foto: Divulgação Cooperativa Languiru)

Cenário

“Analistas econômicos estimam que o exercício de 2021 seja de dificuldades. No agronegócio, são especialmente atingidas as empresas que agregam valor à matéria-prima, que é o caso da Languiru. Sofremos com os altos custos dos insumos, o que encarece a produção, ao mesmo tempo em que o mercado não sinaliza melhoras. Por isso, a Languiru está reduzindo o alojamento em aviários de associados como medida emergencial”, apresentou Bayer.

A estratégia não afeta os produtores licenciados, uma vez que continuarão sendo remunerados. “Não há necessidade de pararmos com Incubatório, Fábrica de Rações, produtores de ovos férteis e Matrizeiro. A única alteração é a venda dos pintos que seriam alojados nas propriedades dos nossos associados para outras empresas. Ao fim do mês, a expectativa é de que tenhamos uma economia de mais de R$ 3,5 milhões. Quando o cenário apresentar melhora, estaremos com a estrutura pronta para aumentar a produção”, justificou.

Bayer ainda falou da necessidade da melhora de índices técnicos de produtividade e conversão alimentar. “Os três setores mais fortes da Languiru estão em dificuldade, totalmente inverso ao exercício de 2020. O setor leite também não passa por um bom momento, o que já é cíclico, por isso vislumbramos uma melhora. Na suinocultura percebemos o início de uma reação positiva.”

Sobre investimentos, comentou das possibilidades na bovinocultura de corte, cujas tratativas estão em andamento com abatedouro. “Diferentemente das carnes de frango e suínos, a carne bovina está num momento muito favorável”, reiterou.

Eleição e posse virtual

Apresentado o formato do processo eleitoral dos Líderes de Núcleo, os associados participaram da votação e elegeram seus representantes, empossados ao final das reuniões virtuais. Bayer agradeceu aos que se dispuseram a assumir a função, contribuindo para aproximar cada vez mais a cooperativa das comunidades onde está representada. “Incentivamos e queremos a participação dos associados. A Languiru é muito grande, hoje, graças ao trabalho e envolvimento de todos”, concluiu, pedindo cuidados: “queremos todos saudáveis.”

Família na frente do computador

Na propriedade dos Dickel, em Boa Vista Fundos, município de Teutônia, que conta com Unidade Produtora de Leitões (UPL) para a Languiu, a família esteve reunida na tarde de 25 de fevereiro para a reunião do Núcleo de associados número 08.

Família Dickel, de Boa Vista Fundos, acompanhou transmissão online: Lotário (c), Edson (d) e Éderson são associados da cooperativa (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

O patriarca, Lotário (74), associado desde 1972, junto do grupo sentado na garagem da residência, aprovou as cerca de duas horas de transmissão online. “Com os jovens em casa, não vejo dificuldade em participar usando o computador”, disse, ao que os filhos Edson (51), associado há mais de 20 anos, e Éderson (38), integrante do quadro social desde 2015, alertaram, em meio as risadas: “com a gente do lado, ele também não tenta aprender a usar a tecnologia sozinho”.

O caráter online do encontro foi muito valorizado por todos. “A Covid-19 está presente no interior também, as pessoas precisam se preservar. Num encontro presencial, teríamos um grupo grande de diferentes localidades num mesmo espaço, e muitas delas com mais idade. Com a internet chegando até as propriedades rurais, todos têm a possibilidade de participar”, disse Edson, ao que acrescentou Éderson: “a tecnologia veio para auxiliar e ficar, todo processo das reuniões foi muito transparente”.

O trio de associados concluiu reforçando a importância da participação do quadro social nas ações da Languiru, buscando se informar e se envolvendo com a cooperativa da qual são donos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Meteorologia

Perspectivas do clima para o planejamento da lavoura serão pauta de encontro de associados

Grãos e hortifrúti

Languiru sela parceria com a Philip Morris

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.