Notícias

Doação de sangue, solidariedade que pode salvar vidas

22/01/2020

Vítimas de acidentes de trânsito, pacientes oncológicos em tratamento, pacientes anêmicos, com leucemia ou em tratamento de diálise. Em todos esses casos é necessária a transfusão de sangue, sinônimo de vida. A falta dele pode ter como consequência a perda de um filho, de um pai, de uma mãe, de um amigo.

No Vale do Taquari, a referência em banco de sangue é o Hemovale, estabelecido junto ao Hospital Bruno Born, em Lajeado. Em 2019, foram realizadas mais de sete mil transfusões dentro do HBB e enviadas mais de cinco mil bolsas de sangue aos hospitais da região. Em 2020, somente no mês de janeiro, já foram realizadas mais de 400 transfusões sanguíneas e enviadas mais de 200 bolsas para casas de saúde da região.

Recentemente um grupo de funcionários do Incubatório da Cooperativa Languiru, unidade localizada em Teutônia, realizou doação de sangue no Hemovale. Participaram da ação Elias Ricardo Lagemann, Marçal Roberto Musskopf, Marisa Teresinha Becker Welter, Marizete Steffens Raach e Victor Daniel de Souza.

Funcionários da Languiru deram exemplo de amor ao próximo (Foto: Divulgação Cooperativa Languiru)

 

Critérios para doar

 

Para ser doador são observados alguns requisitos básicos:

– estar em boas condições de saúde;

– ter entre 16 e 69 anos de idade (a primeira doação deve ter sido feita até 60 anos e adolescentes entre 16 e 18 anos precisam estar acompanhados dos pais);

– peso mínimo de 50kg, estar descansado e bem alimentado;

– intervalo de doação de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres;

– apresentar documento original com foto emitida por órgão oficial;

– impedimento se estiver gripado, com diarreia ou usando algumas medicações;

– após cirurgia de pequeno porte, aguardar três meses;

– após cirurgia de grande porte, aguardar seis meses.

 

Necessidades

 

A demanda maior sempre é por sangue A+ e O+, pois há uma porcentagem maior de indivíduos com esses tipos sanguíneos (ambos somam 70% da população). Por outro lado, também existe uma grande necessidade de manter um bom estoque de sangue O-, que apenas 9% das pessoas possuem (sangue universal, que somente recebe dele mesmo e pode ser usado em qualquer paciente na falta de outro tipo sanguíneo).

 

Hemovale

 

O Hemovale fica junto ao Hospital Bruno Born, na Avenida Benjamim Constant, 881, em Lajeado. Doações podem ocorrer de segundas a sextas-feiras, das 7h30min às 13h, sem fechar ao meio-dia; e aos sábados, das 7h30min às 11h, com agendamento prévio. Mais informações pelo fone (51) 3748-0442 ou pelos e-mails hemovale@hemovale.com.br e enfermagem@hemovale.com.br. Acesse o site www.hemovale.com.br para saber mais sobre impedimentos, etapas, cuidados pós-doação e curiosidades.

 

 

TEXTO – Éderson Moisés Käfer e Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Fórum Tecnológico do Leite

Gerenciamento da propriedade fecha ciclo de palestras online

Fórum Tecnológico do Leite

Segunda noite do evento debate sistemas produtivos

66 anos

Cooperativa promove campanha exclusiva para associados

Fórum Tecnológico do Leite

Gestão reprodutiva do rebanho pauta primeira noite do evento

Comitê Mulheres Cooperadas

Saúde da mulher será tema de palestra no dia 27 de outubro

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.