Notícias

Cooperativismo – Voluntários recebem orientação em projeto de horta comunitária

24/11/2020

A sociedade clama por organizações que assumam protagonismo na transformação econômica e social do coletivo. Não importa o local, a periodicidade ou tamanho da iniciativa. A condição mais relevante é o interesse em desenvolver as pessoas, a comunidade e a região.

A Languiru vem fazendo a sua parte. Mais um exemplo disso é a atenção dada ao projeto de horta comunitária da Comunidade Evangélica Redentor, no Bairro Canabarro, em Teutônia. O engenheiro agrônomo do Programa de Inclusão Social e Produtiva no Campo, Uilliam Porsche, conduziu oficina sobre o cultivo de verduras e legumes para voluntários da comunidade, orientou o grupo sobre arranjos de canteiro para consorciar espécies e mostrou formas de deposição de matérias orgânicas, como esterco e folhas para cobertura.

Voluntários receberam instruções de preparo do canteiro e plantio (Fotos: Éderson Moisés Käfer)

O engenheiro agrônomo ressaltou a participação da cooperativa em projetos sociais como a horta comunitária. “A Languiru auxilia no fornecimento de sementes, mudas e contribui com assistência técnica”, afirmou. A data da próxima oficina ainda não foi definida.

 

Esforço que reflete em ganho coletivo

 

A pastora da Comunidade Evangélica Redentor, Cristiane Echelmeier, observa que esse tipo de iniciativa tem reflexos a longo prazo. Destaca a contribuição para uma sociedade mais saudável e equilibrada emocionalmente. “Temos um ganho coletivo quando fizemos esforços para as pessoas terem acesso a uma alimentação saudável, principalmente as que estão em vulnerabilidade social”, apontou.

Porsche observou que a cooperativa auxilia no fornecimento de sementes, mudas e assistência técnica

 

Importância do apoio de entidades e instituições

 

A professora Tatiane Fell Feine aprovou as dicas repassadas na oficina e enaltece que famílias carentes poderão ter acesso a uma alimentação de qualidade. “Esse trabalho somente é possível com o apoio de parceiros como a Languiru e o CAPA”, emendou.

 

A horta

 

A ideia da horta comunitária surgiu no mês de abril com o intuito de complementar a cesta básica disponibilizada para famílias carentes. Um grupo de voluntários começou a cultivar verduras e legumes como alface, rúcula, agrião, cenoura e couve-flor. Na horta, também foram plantadas variedades de chás. O local é mantido pela Paróquia Evangélica Teutônia Sul da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e conta com o apoio da Cooperativa Languiru, Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA) e da AgroTeutônia. Mais informações podem ser conferidas na página da Paróquia no Facebook (www.facebook.com/paroquiateutoniasul).

Produtores de orgânicos receberão consultoria técnica do Sebrae/RS (Foto: Alexandre Schneider)

 

Certificação de propriedades orgânicas

 

No dia 10 de outubro ocorreu reunião com produtores que integram o Programa de Inclusão Social e Produtiva no campo da Cooperativa Languiru. O encontro ocorreu na sala de reuniões da Associação dos Funcionários da Languiru, em Teutônia. Os produtores receberam instruções da gestora de projetos, Kethleen Rodrigues Krüger da Silveria, e da gerente regional, Liana Beatriz Portantiolo Klein, profissionais do Sebrae/RS. Igualmente, acompanharam a reunião o engenheiro agrônomo, Uiliam Porsche, e o técnico em agropecuária, Diego Lagemann, do Setor de Hortifrúti do Departamento Técnico da Languiru.

O objetivo foi apresentar a proposta de capacitação do cultivo de orgânicos, uma demanda crescente no varejo e com grande possibilidade de expansão. O Sebrae/RS vai disponibilizar profissionais com experiência para orientar os produtores nos cultivos de verduras, legumes e frutas.

A consultoria técnica ocorrerá durante o período de oito meses. Após isso, cada propriedade rural estará adequada a buscar a certificação de produção orgânica. O processo de assistência será concedido em propriedades localizadas em Arroio do Meio, Estrela, Fazenda Vilanova, Imigrante, Paverama, Marques de Souza e Teutônia.

 

 

 

TEXTO – Éderson Moisés Käfer e Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Comitê Mulheres Cooperadas

Saúde da mulher será tema de palestra no dia 27 de outubro

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Tecnologia no campo

Languiru oferece curso gratuito de inclusão digital aos seus associados

Aprendiz Cooperativo do Campo

Nova turma participa de atividades teóricas e práticas até janeiro de 2023

Líderes de Núcleo

Desempenho e investimentos pautam reunião online

Amplo e moderno

Apresentado novo Agrocenter Máquinas

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.