Notícias

Cooperativa Languiru participa de reunião-almoço com a Reitoria da Univates

11/09/2015

A Univates iniciou em agosto encontro mensal com empresas, indústrias, prestadores de serviço e lideranças da região. Os objetivos da atividade são dialogar e pensar de forma conjunta o desenvolvimento regional, além de manter relacionamento próximo com os diversos setores da sociedade.

Bayer (e) e o reitor Ney José Lazzari (Fotos: Leandro Augusto Hamester)
Bayer (e) e o reitor Ney José Lazzari (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

No dia 20, a Cooperativa Languiru foi convidada a iniciar o ciclo de encontros. Participaram da reunião o presidente Dirceu Bayer e o coordenador do Programa de Sucessão Familiar da Languiru, professor Lucildo Ahlert. Além da Reitoria, estiveram presentes dirigentes e gestores de diversas áreas da Univates.

“A Languiru possui grande importância para muitas famílias no Vale do Taquari, muitos dos nossos estudantes possuem vínculo direto ou indireto com a cooperativa. Por isso essa aproximação é fundamental para pensarmos juntos o futuro da região”, destacou o reitor Ney José Lazzari.

Bayer apresentou o trabalho desenvolvido pela Languiru ao longo dos seus 60 anos, a serem completados no próximo dia 13 de novembro. Frisou a superação de momentos de dificuldade e a expectativa de alcançar R$ 1 bilhão em faturamento bruto no exercício de 2015. Falou também da importância do sistema cooperativo para a economia gaúcha. “O Rio Grande do Sul conta com 440 cooperativas, que juntas alcançam 2,5 milhões de associados e mais de 58 mil colaboradores. Essas cooperativas alcançaram faturamento de R$ 31,2 bilhões em 2014, distribuindo R$ 989 milhões em sobras entre seus associados. Hoje, mais de 68% da população gaúcha está envolvida com o cooperativismo”, enumerou.

Bayer concedeu entrevista à TV Univates
Bayer concedeu entrevista à TV Univates

A Languiru emprega mais de 3,1 mil pessoas e conta com seis mil associados, com mais de 40 mil pessoas envolvidas nos processos. Esses dados também pautaram reportagem da TV Univates com o presidente Bayer. “Estarmos entre as maiores cooperativas agropecuárias do Estado é resultado de muito trabalho, engajamento e decisões certas nas horas certas. Contamos também com a mão de Deus. Fizemos uma série de investimentos em um momento econômico favorável, com juros baixos. Foram R$ 150 milhões em investimentos nos últimos cinco anos. Hoje, o momento econômico não permitiria as mesmas condições”, explicou.

 

Sucessão

 

O consultor em pesquisas e gestão empresarial, Lucildo Ahlert, detalhou o Programa de Sucessão Familiar da Languiru, trabalho desenvolvido com jovens e filhos de associados. “Estamos colocando em prática um longo trabalho de pesquisa. A partir disso, procuramos fazer com que os pais incluam os filhos na gestão das propriedades rurais. Com o uso da tecnologia, os jovens podem dar sua importante contribuição. Trabalhamos a gestão, a motivação, a sucessão na prática, o associativismo, o cooperativismo e as alianças estratégicas”, resumiu.

A conclusão do curso será em dezembro e uma nova turma deve iniciar em 2016. Além disso, este primeiro grupo deverá dar andamento aos estudos, com novos módulos que vão além da formação básica. “Estamos agregando novos conhecimentos para formar novas lideranças, pessoas capacitadas e preparadas para inovar no agronegócio”, adiantou Bayer.

Presidente Dirceu Bayer e o coordenador do Programa de Sucessão Familiar da Languiru, professor Lucildo Ahlert, foram recebidos pela Reitoria, dirigentes e gestores de diversas áreas da Univates
Presidente Dirceu Bayer e o coordenador do Programa de Sucessão Familiar da Languiru, professor Lucildo Ahlert, foram recebidos pela Reitoria, dirigentes e gestores de diversas áreas da Univates

A continuidade do Programa prevê módulos específicos sobre Propriedade (inovação, sustentabilidade, planejamento e organização da propriedade, tecnologias, alimentos e nutrição), Desenvolvimento de Lideranças (gestão de pessoas para propriedades e a cooperativa, negociação e setor financeiro) e trabalho com apresentação de cases práticos.

 

Parceria com a Univates

 

Conforme ressaltou Bayer, a parceria com a Univates é importante para a qualidade dos produtos Languiru. “Colocamos na mesa do consumidor produtos de qualidade e, antes de tudo, produtos seguros para o consumo. A Univates tem contribuído muito para nossa qualidade analisando de forma rigorosa nossas matérias-primas. Além disso, temos técnicos da Univates auxiliando-nos na geração de energia a partir do biogás. Com os dejetos de nossa Unidade Produtora de Leitões em Bom Retiro do Sul, temos a possibilidade de, no futuro, gerar energia elétrica, o que representa, além de economia, a ampliação da nossa atuação em prol da sustentabilidade”.

Durante a reunião, foram fomentadas parcerias também na área de inovação. O Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates) colocou sua estrutura e pesquisadores à disposição para estudo de novos produtos e implementação de novas tecnologias. Da mesma forma, o Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Biotecnologia mostrou a possibilidade de aproveitamento de estudos já realizados na área leiteira, além de novas pesquisas do mestrado.

Ainda foram discutidas questões relacionadas à formação de lideranças e gestores dentro das políticas de sucessão familiar que a Languiru já adota na cooperativa. Bayer também trouxe as principais necessidades de qualificação profissional que o mercado do segmento busca hoje: segurança do trabalho, processamento de carnes, manutenção mecânica, elétrica e de refrigeração, tecnologia da informação, marketing e recursos humanos, entre outras especialidades profissionais e acadêmicas.

“Precisamos provocar esse intercâmbio, evoluindo nessas parcerias. Isso é ter visão de futuro. A Languiru sente-se honrada em participar desse encontro da universidade com lideranças regionais, especialmente em sermos os primeiros convidados. Vibramos juntos com o crescimento da Univates, patrimônio físico e de pessoas do Vale do Taquari”, concluiu Bayer.

Lazzari finalizou agradecendo a participação da Languiru e colocando a instituição de ensino à disposição para futuras parcerias. “A Univates está aberta a receber propostas e provocações. Somos uma instituição da comunidade.”

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Tecnologia no campo

Languiru oferece curso gratuito de inclusão digital aos seus associados

Aprendiz Cooperativo do Campo

Nova turma participa de atividades teóricas e práticas até janeiro de 2023

Líderes de Núcleo

Desempenho e investimentos pautam reunião online

Amplo e moderno

Apresentado novo Agrocenter Máquinas

Encontro Mulheres Cooperativistas

Languiru disponibiliza vagas gratuitas limitadas

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.