Notícias

Associados da Languiru recebem cerca de R$ 10,5 milhões em benefícios

05/05/2019

Mais do que a distribuição de sobras e a remuneração do capital anunciados em Assembleia Geral no último mês de março, o quadro social da Cooperativa Languiru contabiliza cerca de R$ 10,5 milhões em benefícios ao longo do exercício de 2018. O levantamento aponta descontos concedidos aos associados na área social, educacional e técnica, considerando assistência veterinária, assistência farmacêutica/médica, pecúlio, assistência jurídica, programa de inseminação artificial para bovinos, análises laboratoriais, auxílio escolar, bolsas de estudos, descontos nas compras nas unidades de varejo e Fábrica de Rações, programas de incentivo à produção leiteira e plantio de cereais, descontos para a participação em eventos como a Teutofrangofest, valores da Conta Movimento e de capitalização.

Entre os mais expressivos estão cerca de R$ 2,3 milhões do pagamento da Conta Movimento (distribuição de sobras que leva em consideração a movimentação do produtor com a venda da matéria-prima ou nas compras efetuadas na matrícula do associado em alguma das unidades de varejo da Languiru); mais de R$ 6,5 milhões em descontos e preços diferenciados nas compras dos associados, em especial na Fábrica de Rações e no setor de Insumos da loja Agrocenter Languiru; e a remuneração do capital social, que ultrapassa os R$ 625 mil.

Pagamento da Conta Movimento iniciou no mês de abril em diferentes unidades da cooperativa

“Com a Languiru crescendo, os associados precisam crescer junto, esse é o verdadeiro sentido de uma cooperativa. Unidos, conseguimos colocar a Languiru num novo patamar”, enaltece o presidente Dirceu Bayer.

 

Pagamento das sobras

 

Nos meses de abril e maio o Setor Social do Departamento Técnico organizou roteiro para pagamento das sobras do exercício de 2018, a Conta Movimento, com atendimento especial aos associados no próprio Departamento Técnico, nos Supermercados e lojas Agrocenter Languiru. São aproximadamente R$ 2,3 milhões devolvidos ao quadro social em vales-compras.

Os valores variam de produtor para produtor conforme as operações realizadas no último ano, podendo ser usufruídos em forma de crédito, para aquisições e/ou amortizações de débitos em qualquer unidade da Languiru, respeitados os regimentos internos próprios. É um recurso que acaba reinvestido na comunidade local, promovendo o desenvolvimento regional e das comunidades onde a Languiru está presente.

“São notícias positivas que precisam estar na mídia. Quem é dono, recebe os lucros da empresa, então no cooperativismo, onde o associado é o dono, também deve receber as sobras. É um incentivo para reenergizar esse produtor e sua família para as atividades diárias na propriedade”, finaliza Bayer.

 

“A cooperativa é nossa base”

 

Com propriedade em Linha Paissandu, município de Westfália, o associado Adecir Radavelli (53) recebeu suas sobras no início do mês de abril, seguindo cronograma em ordem alfabética elaborado pela cooperativa. Ao lado da esposa Eliani (48), o casal administra a produção de aves e leite. O filho mais novo, Jonatan (19), reside na propriedade mas trabalha na cidade; o mais velho, Janquiel (25), também não trabalha mais na propriedade e mora com a esposa e a filha no Centro de Westfália.

Adecir Radavelli (c) é associado da Languiru desde os anos 90 e valoriza a distribuição de sobras: “é um grande auxílio para o produtor associado, pagamento que sempre ajuda”. Na foto, o filho Jonatan (e) e a esposa Eliani (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

“Somos só nós dois na propriedade, com o auxílio de Deus. Os dois fazem de tudo, juntos, um acompanha o outro”, comenta Radavelli, enquanto a esposa finaliza o almoço. Hoje, a propriedade possui 14 vacas, “não sei até quando”, e contabiliza média de 20 mil frangos a cada novo lote.

“Esse valor das sobras é um grande auxílio para o produtor associado, pagamento que sempre ajuda”, comemora. O recurso financeiro desse ano já teve destino: foi reinvestido em compras no Agrocenter Languiru e rancho no Supermercado Languiru.

Associado desde o início dos anos 90, Radavelli ressalta que sempre teve produção para a Languiru. “A cooperativa é nossa base. Toda nossa produção é para a Languiru e o trabalho da cooperativa é fundamental para a nossa família”, valoriza, lembrando ainda a assistência técnica, “acompanhamento diferenciado e uma oportunidade de novos conhecimentos”.

 

“Dançar conforme a música”

 

Nesses quase 30 anos como integrante do quadro social da Languiru, ele aprecia a possibilidade de evoluir na atividade. “Nesse tempo todo, tivemos a oportunidade de crescer junto com a Languiru. Aumentamos a produção de frangos e leite, pudemos investir em máquinas e equipamentos, embora financiados, mas o nosso trabalho nos permite pagar esses investimentos”, agradece.

A expectativa para 2019 é uma incógnita. “É aí que aperta, depende tudo do governo agora, já não depende mais apenas de nós e da Languiru. A maior dificuldade daqui para frente deve ser com a produção de leite, com as novas Instruções Normativas. Vamos tentar nos adequar e veremos como vai ficar, tomara que possamos atender todas as exigências. Temos que ‘dançar conforme a música’”, conclui.

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Meteorologia

Perspectivas do clima para o planejamento da lavoura serão pauta de encontro de associados

Grãos e hortifrúti

Languiru sela parceria com a Philip Morris

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.