Notícias

Associados da Languiru recebem cerca de R$ 10,5 milhões em benefícios

05/05/2019

Mais do que a distribuição de sobras e a remuneração do capital anunciados em Assembleia Geral no último mês de março, o quadro social da Cooperativa Languiru contabiliza cerca de R$ 10,5 milhões em benefícios ao longo do exercício de 2018. O levantamento aponta descontos concedidos aos associados na área social, educacional e técnica, considerando assistência veterinária, assistência farmacêutica/médica, pecúlio, assistência jurídica, programa de inseminação artificial para bovinos, análises laboratoriais, auxílio escolar, bolsas de estudos, descontos nas compras nas unidades de varejo e Fábrica de Rações, programas de incentivo à produção leiteira e plantio de cereais, descontos para a participação em eventos como a Teutofrangofest, valores da Conta Movimento e de capitalização.

Entre os mais expressivos estão cerca de R$ 2,3 milhões do pagamento da Conta Movimento (distribuição de sobras que leva em consideração a movimentação do produtor com a venda da matéria-prima ou nas compras efetuadas na matrícula do associado em alguma das unidades de varejo da Languiru); mais de R$ 6,5 milhões em descontos e preços diferenciados nas compras dos associados, em especial na Fábrica de Rações e no setor de Insumos da loja Agrocenter Languiru; e a remuneração do capital social, que ultrapassa os R$ 625 mil.

Pagamento da Conta Movimento iniciou no mês de abril em diferentes unidades da cooperativa

“Com a Languiru crescendo, os associados precisam crescer junto, esse é o verdadeiro sentido de uma cooperativa. Unidos, conseguimos colocar a Languiru num novo patamar”, enaltece o presidente Dirceu Bayer.

 

Pagamento das sobras

 

Nos meses de abril e maio o Setor Social do Departamento Técnico organizou roteiro para pagamento das sobras do exercício de 2018, a Conta Movimento, com atendimento especial aos associados no próprio Departamento Técnico, nos Supermercados e lojas Agrocenter Languiru. São aproximadamente R$ 2,3 milhões devolvidos ao quadro social em vales-compras.

Os valores variam de produtor para produtor conforme as operações realizadas no último ano, podendo ser usufruídos em forma de crédito, para aquisições e/ou amortizações de débitos em qualquer unidade da Languiru, respeitados os regimentos internos próprios. É um recurso que acaba reinvestido na comunidade local, promovendo o desenvolvimento regional e das comunidades onde a Languiru está presente.

“São notícias positivas que precisam estar na mídia. Quem é dono, recebe os lucros da empresa, então no cooperativismo, onde o associado é o dono, também deve receber as sobras. É um incentivo para reenergizar esse produtor e sua família para as atividades diárias na propriedade”, finaliza Bayer.

 

“A cooperativa é nossa base”

 

Com propriedade em Linha Paissandu, município de Westfália, o associado Adecir Radavelli (53) recebeu suas sobras no início do mês de abril, seguindo cronograma em ordem alfabética elaborado pela cooperativa. Ao lado da esposa Eliani (48), o casal administra a produção de aves e leite. O filho mais novo, Jonatan (19), reside na propriedade mas trabalha na cidade; o mais velho, Janquiel (25), também não trabalha mais na propriedade e mora com a esposa e a filha no Centro de Westfália.

Adecir Radavelli (c) é associado da Languiru desde os anos 90 e valoriza a distribuição de sobras: “é um grande auxílio para o produtor associado, pagamento que sempre ajuda”. Na foto, o filho Jonatan (e) e a esposa Eliani (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

“Somos só nós dois na propriedade, com o auxílio de Deus. Os dois fazem de tudo, juntos, um acompanha o outro”, comenta Radavelli, enquanto a esposa finaliza o almoço. Hoje, a propriedade possui 14 vacas, “não sei até quando”, e contabiliza média de 20 mil frangos a cada novo lote.

“Esse valor das sobras é um grande auxílio para o produtor associado, pagamento que sempre ajuda”, comemora. O recurso financeiro desse ano já teve destino: foi reinvestido em compras no Agrocenter Languiru e rancho no Supermercado Languiru.

Associado desde o início dos anos 90, Radavelli ressalta que sempre teve produção para a Languiru. “A cooperativa é nossa base. Toda nossa produção é para a Languiru e o trabalho da cooperativa é fundamental para a nossa família”, valoriza, lembrando ainda a assistência técnica, “acompanhamento diferenciado e uma oportunidade de novos conhecimentos”.

 

“Dançar conforme a música”

 

Nesses quase 30 anos como integrante do quadro social da Languiru, ele aprecia a possibilidade de evoluir na atividade. “Nesse tempo todo, tivemos a oportunidade de crescer junto com a Languiru. Aumentamos a produção de frangos e leite, pudemos investir em máquinas e equipamentos, embora financiados, mas o nosso trabalho nos permite pagar esses investimentos”, agradece.

A expectativa para 2019 é uma incógnita. “É aí que aperta, depende tudo do governo agora, já não depende mais apenas de nós e da Languiru. A maior dificuldade daqui para frente deve ser com a produção de leite, com as novas Instruções Normativas. Vamos tentar nos adequar e veremos como vai ficar, tomara que possamos atender todas as exigências. Temos que ‘dançar conforme a música’”, conclui.

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Fórum Tecnológico do Leite

Gerenciamento da propriedade fecha ciclo de palestras online

Fórum Tecnológico do Leite

Segunda noite do evento debate sistemas produtivos

66 anos

Cooperativa promove campanha exclusiva para associados

Fórum Tecnológico do Leite

Gestão reprodutiva do rebanho pauta primeira noite do evento

Comitê Mulheres Cooperadas

Saúde da mulher será tema de palestra no dia 27 de outubro

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.