Notícias

Aprendizes do cooperativismo recebem certificados

21/09/2018

Recentemente ocorreu a solenidade de formatura de novas turmas do Programa Aprendiz Cooperativo, desenvolvido pela Cooperativa Languiru, como empresa cotizadora, em parceria com o Colégio Teutônia e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul (Sescoop/RS). Receberam certificados de conclusão estudantes das turmas de Processamento de Carnes e Eletrotécnica.

Estudantes receberam certificados de conclusão do período de aprendizado teórico e prático (Foto: Leandro Augusto Hamester)

Falando em nome dos formandos, o aprendiz Fábio Luiz Lagemann compartilhou as experiências vividas pelo grupo ao longo de um ano e meio. “Foram muitas surpresas, novos colegas, amigos e momentos de integração, com muita dedicação aos estudos e muitas experiências de aprendizagem”, disse, agradecendo aos professores, à coordenação pedagógica e pela oportunidade concedida pelas empresas cotizadoras no período prático. Em vídeo com depoimentos dos estudantes, eles classificaram esse momento como “uma oportunidade de ver o mundo com outros olhos, levando o aprendizado para a vida toda, além de uma excelente possibilidade de ingresso ao mercado de trabalho”.

A gerente executiva de controladoria da Languiru, Carla Gregory, valorizou a formatura do grupo de jovens. “Esse é o começo de uma caminhada, não cansem de buscar o conhecimento, o que é essencial para o sucesso profissional. Sejam comprometidos em tudo que fizerem, sabendo que a educação forma pessoas melhores”, disse.

A gestora do programa de aprendizagem do Colégio Teutônia, Maitê Schuhmann, agradeceu o apoio das empresas cotizadoras e das famílias. “Aprendemos muito juntos. Saibam que o conhecimento ninguém tira de vocês, e todos vocês são capazes”, dirigiu-se às turmas de formandos.

Por fim, o diretor do Colégio Teutônia, Jonas Rückert, classificou o momento como uma conquista de toda família que apoia a educação. “Hoje, 1,5 milhão de jovens entre 15 e 17 anos de idade está fora do Ensino Médio; 23% das pessoas entre 14 e 29 anos de idade não estudam e também não trabalham. Então, esse grupo de formandos é diferenciado, tem atitude, e isso faz diferença. A educação transforma a nossa sociedade. Esse é o primeiro passo, mas outros precisarão ser dados”, concluiu.

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Lançamento

Languiru apresenta os Soltinhos de Frango, mais facilidade e praticidade na cozinha

Aprendizado no campo

Programa Aprendiz Cooperativo concilia teoria com prática nas propriedades rurais

Clinic Care

Farmácias Languiru oferecem serviços especiais aos associados e clientes

Campanha

Languiru e Shopping Lajeado realizam promoção que sorteia R$ 34 mil em vales-compras

Futuro no campo

Languiru recebe inscrições para terceira edição do Programa de Sucessão Familiar

Inovação

Lançamento de plataforma digital para o agro ocorre no dia 20 de abril

Melhoramento genético

Chegou versão atualizada do Catálogo de Touros

Sucessão Rural

A satisfação pelo trabalho motiva os jovens a seguirem no agronegócio familiar

Inovação RS

Leite Languiru Origem é destaque em alimentos e bebidas premium

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.