Notícias

Agronegócio – Languiru participa da 39ª Expointer

16/09/2016

No período de 27 de agosto a 04 de setembro a Cooperativa Languiru participou da 39ª edição da Expointer, no Parque Assis Brasil, em Esteio. O evento, que destacou a força do agronegócio para que a economia brasileira volte a crescer, registrou R$ 1,92 bilhão em negócios. O governador José Ivo Sartori destacou que essa foi “a Expointer da superação econômica”, de acreditar na retomada do crescimento e do país. “A Expointer nos mostra que o momento é de retomada: no Estado e no país, na política e na economia”, disse. A estimativa de público do evento foi de cerca de 355 mil visitantes.

O secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo, ressaltou a parceria com as entidades para que a mostra agropecuária – uma das maiores da América Latina – ocorresse de forma harmônica. A venda de máquinas registrou incremento de 12,95% em relação ao ano passado, cujas propostas encaminhadas durante a feira somaram R$ 1,90 bilhão. Já a venda de animais foi de R$ 11,77 milhões nos nove dias de feira, ficando 24,97% abaixo da receita obtida em 2015.

Um dos espaços mais concorridos na feira, o Pavilhão da Agricultura Familiar esteve com seus corredores cheios durante toda a semana. A venda das agroindústrias na Expointer superou os R$ 2 milhões. A chuva insistente e a questão econômica nacional também influenciaram os negócios. O secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, considerou positiva a edição deste ano. “Foi uma boa Expointer, com bom volume arrecadado e uma excelente qualidade dos produtos oferecidos”, resumiu.

Claas e Languiru no parque de máquinas

No parque de exposições, uma das empresas que fez novos contatos e divulgou o que há de melhor em tecnologia de máquinas e implementos foi a Claas, em espaço dividido com a Languiru. Durante os nove dias de feira, o estande recebeu agricultores que pediram informações sobre máquinas, especialmente equipamentos de fenação, que estiveram expostos no estande.

Colaboradores do Agrocenter Languiru receberam visitantes de diferentes estados no estande Claas/Languiru (Fotos: Leandro Augusto Hamester)
Colaboradores do Agrocenter Languiru receberam visitantes de diferentes estados no estande Claas/Languiru (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

Colaboradores das lojas Agrocenter Languiru também receberam os visitantes no estande da Claas. A cooperativa é representante exclusiva da conceituada marca alemã no Estado.

“Produtores de todo o Rio Grande do Sul e de outros estados nos visitaram e pudemos realizar diversos negócios, além de prospectar novos clientes”, avaliou o coordenador comercial, Neodi Elias Tischer, que considera a Expointer uma das maiores vitrines para comercialização de máquinas na Região Sul.

Durante a feira, a Languiru também estreitou parcerias com outros fornecedores instalados na Expointer, entre eles MFW, Peccin, Tramontini, São José e Ipacol.

Degustação de lácteos

No hall de entrada da Casa da Ocergs, cujo novo prédio foi inaugurado nesta 39ª Expointer, a Languiru também contou com estande para apresentação de seus produtos, em especial do setor de lácteos. No local, promotoras realizaram a degustação do achocolatado Chocolan, sucesso de vendas da cooperativa e disponível na nova embalagem de um litro com a tampa de rosca; e da bebida láctea.

Estande da Languiru na Casa da Ocergs na Expointer contou com degustação de produtos lácteos
Estande da Languiru na Casa da Ocergs na Expointer contou com degustação de produtos lácteos

Vitrine da Carne Gaúcha

Promovida pela Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), junto com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RS) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/RS) dentro do Programa Juntos para Competir, mais uma vez a Languiru participou da Vitrine da Carne Gaúcha, numa parceria com a Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs).

O espaço procurou destacar a versatilidade e a qualidade da proteína, demonstrando ao público que visitava a Expointer os diversos pratos e cortes da carne suína, que depois de prontos eram servidos para degustação. A Languiru contribuiu com a doação de carcaça de carne suína.

Público aprendeu a fazer cortes e preparar pratos de carne suína no espaço Vitrine da Carne Gaúcha
Público aprendeu a fazer cortes e preparar pratos de carne suína no espaço Vitrine da Carne Gaúcha

Exposição de animais

A Languiru ainda esteve presente no Pavilhão do Gado Leiteiro, representada pela associada Granja do Colégio Teutônia, que expôs quatro novilhas, as quais conquistaram os prêmios de Bezerra Mirim (4º lugar) e Novilha Menor (6º e 7º lugares). Os animais foram avaliados pelo genótipo da raça holandesa e aptidão leiteira, além da elegância ao se movimentarem. “O desempenho foi ótimo, demonstra que estamos no caminho certo. Os prêmios conquistados nos motivam a investir na atividade e nos alegram por estarmos no meio dos maiores criadores da raça holandesa do Rio Grande do Sul”, destaca o coordenador da Granja do CT, Rudimar Cerutti.

Languiru ainda esteve presente no Pavilhão do Gado Leiteiro, representada pela associada Granja do Colégio Teutônia
Languiru ainda esteve presente no Pavilhão do Gado Leiteiro, representada pela associada Granja do Colégio Teutônia

Rações Languiru alimentam os campeões

Por meio de banners e parcerias com associados da cooperativa e clientes, quem também esteve presente em diferentes pavilhões onde ocorreu a exposição de animais foram as Rações Languiru. Criadores de grandes e pequenos animais fizeram questão de mostrar que seus animais consomem os concentrados produzidos na Fábrica de Rações da cooperativa.

Cliente das Rações Languiru, Gabardo Agroturismo, representado e premiado no evento (Foto: Divulgação Cooperativa Languiru)
Cliente das Rações Languiru, Gabardo Agroturismo, representado e premiado no evento (Foto: Divulgação Cooperativa Languiru)

Entre eles esteve Josoé Machado de Carvalho, da Cabanha Paraíso, localizada em Águas Claras, município de Viamão, na Região Metropolitana. Entre outros, com criação de ovelhas, chinchilas, codornas, pássaros e aves ornamentais, destaque para os coelhos, de diferentes raças, muitos deles premiados na 39ª Expointer.

Outro cliente das Rações Languiru representado no evento foi a Gabardo Agroturismo, de Montenegro. A propriedade conquistou o 1º lugar no Campeonato Terneira Maior e o 1º lugar entre Terneiros Menor Rústico.

Cliente Josoé Machado de Carvalho, da Cabanha Paraíso, teve animais premiados
Cliente Josoé Machado de Carvalho, da Cabanha Paraíso, teve animais premiados

Languiru assina contrato de crédito rural

Durante a Expointer a Cooperativa Languiru e a Caixa Econômica Federal também assinaram contrato de crédito rural, no valor de R$ 18 milhões. A parceria integra medidas da instituição financeira que facilitam o acesso ao crédito rural, alinhadas ao Plano Agro+, lançado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em agosto. O mesmo tem foco na redução da burocracia e na eficiência dos processos de agronegócio no Brasil.

Languiru e Caixa Econômica Federal assinaram contrato de crédito rural (Foto: Divulgação Cooperativa Languiru)
Languiru e Caixa Econômica Federal assinaram contrato de crédito rural (Foto: Divulgação Cooperativa Languiru)

Atuando desde 2012 no crédito rural, a Caixa oferece, hoje, portfólio amplo de produtos para financiar a produção em 1.255 municípios, concedendo neste período mais de R$ 17,6 bilhões para produtores individuais, cooperativas e agroindústrias, por meio de linhas de custeio, investimento e comercialização.

“O agronegócio é responsável por cerca de 1/3 do PIB brasileiro e tem extrema relevância na balança comercial. Ao financiar este setor, a Caixa reafirma o seu papel de parceira estratégica do Estado brasileiro, contribuindo para a geração de emprego e renda em toda a cadeia produtiva do agronegócio”, destacou o vice-presidente de negócios emergentes da Caixa, Fábio Lenza.

O contrato foi assinado pelos vice-presidentes da Caixa, Antônio Carlos Ferreira e Fábio Lenza; presidente da Languiru, Dirceu Bayer; e vice-presidente da Languiru, Renato Kreimeier. A Superintendência Grandes Empresas Corporativo da Caixa, representada pelo gerente de Clientes e Negócios, Toni Martins da Silva, e gerente Regional, Rodrigo Eduardo Bampi, também acompanharam a solenidade, bem como o superintendente da Área de Agronegócio da Caixa, Márcio Recalde, e a gerente Nacional da Caixa, Silvana da Rosa Oliveira.

Atlas das biomassas

A Casa da Ocergs na Expointer também foi sede do lançamento do Atlas das Biomassas do Rio Grande do Sul, projeto de pesquisa que busca mapear as fontes de biomassas e resíduos com potencial de produção de biogás e biometano no Estado. O levantamento técnico realizado pela Univates atende demanda da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) e projeto da Secretaria Estadual de Minas e Energia. O trabalho busca conhecer as fontes existentes hoje no Rio Grande do Sul a fim de identificar onde é possível investir. A coleta de dados ocorre desde a metade de 2015.

Engenheiro ambiental da cooperativa, Tiago Feldkircher (e), participou do Fórum do Canal Rural e Sulgás, na Casa da RBS na Expointer
Engenheiro ambiental da cooperativa, Tiago Feldkircher (e), participou do Fórum do Canal Rural e Sulgás, na Casa da RBS na Expointer

A Languiru também contribuiu com dados que integram o atlas das biomassas. O engenheiro ambiental da cooperativa, Tiago Feldkircher, participou do lançamento do material. “Quem investe hoje em biogás, economiza amanhã, e isso se aplica também às pequenas propriedades rurais. O projeto-piloto de biogás desenvolvido pela Languiru na UPL Mundo Novo, de Bom Retiro do Sul, pode ser ampliado para outras unidades da Languiru no futuro, com a possibilidade de geração de energia térmica e elétrica, além de auxiliar para a destinação dos resíduos e agregação de valor aos dejetos”, explicou.

Segundo o secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker, o Atlas evidenciará o potencial do Rio Grande do Sul e servirá como cartão de visitas para a atração de novos investimentos. “O lançamento do Atlas na Expointer se deu por acreditarmos no potencial das cooperativas na geração de energia. Há inúmeros ganhos do ponto de vista econômico, social e ambiental”, disse.

O presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, parabenizou a iniciativa e destacou a importância da geração de energia para o campo, referenciando o projeto-piloto desenvolvido pela Languiru por meio de cooperação com a Alemanha. “A energia é o maior insumo para a agricultura familiar. Quem não tem energia, sai do campo”, finalizou

O tema também foi abordado durante Fórum do Canal Rural e Sulgás com o título “A energia que vem do campo”, debate realizado ao vivo na Casa da RBS na Expointer. Na ocasião, Feldkircher apresentou o case da Languiru, acompanhado do secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker; do diretor-presidente da Sulgás, Claudemir Bragagnolo; da presidente do Badesul, Susana Kakuta; e do representante da empresa Naturovos, Fábio Fernandes Koch.

O Atlas pode ser acessado no site www.minasenergia.rs.gov.br.

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Fórum Tecnológico do Leite

Gerenciamento da propriedade fecha ciclo de palestras online

Fórum Tecnológico do Leite

Segunda noite do evento debate sistemas produtivos

66 anos

Cooperativa promove campanha exclusiva para associados

Fórum Tecnológico do Leite

Gestão reprodutiva do rebanho pauta primeira noite do evento

Comitê Mulheres Cooperadas

Saúde da mulher será tema de palestra no dia 27 de outubro

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.