Notícias

“A Languiru é uma demonstração de que o Brasil pode dar certo”

09/10/2017

No dia 02 de outubro a Languiru recebeu a visita do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. Na oportunidade ele foi recebido pelo presidente da cooperativa, Dirceu Bayer, e pelo vice-presidente Renato Kreimeier. Em recepção especial na Associação dos Funcionários da Languiru, Nogueira foi saudado por prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários, representantes de entidades relacionadas ao agronegócio, parceiros e cooperativas coirmãs, gerentes e coordenadores setoriais da Languiru, integrantes dos Conselhos de Administração e Fiscal da cooperativa, lideranças políticas, representantes da Emater e da imprensa.

Presidente da Languiru, Dirceu Bayer (e); prefeito de Teutônia, Jonatan Brönstrup; ministro Nogueira; e vice-presidente da Languiru, Renato Kreimeier, fizeram uso da palavra (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

O ministro enalteceu o trabalho desenvolvido pela Languiru e o valor econômico e social do cooperativismo. “A Languiru inspira o Brasil. O trabalho que desenvolve, baseado na ética, na persistência, no planejamento, é uma demonstração de que o Brasil pode dar certo. Os valores que alicerçam o trabalho de cooperativas sérias como a Languiru devem ser multiplicados por todo país”, afirmou, colocando-se à disposição para auxiliar.

Nogueira ainda ressaltou a importância da visita à cooperativa teutoniense. “A iniciativa atende recomendação do presidente Michel Temer, nos permitindo estar próximo da base, do setor produtivo, daqueles que fazem o Brasil se desenvolver. Somos um país de imensas oportunidades e riquezas, e só vamos superar os momentos de dificuldade por meio do trabalho, e não do assistencialismo, mas com políticas públicas que permitam a emancipação do cidadão que, com a sua dedicação, poderá produzir a sua riqueza e a sustentabilidade para a sua família”, disse, acrescentando que “a Languiru é prova de que o conjunto de pequenas propriedades rurais conta com uma enorme variedade produtiva”.

 

Reformas

 

O ministro também falou em evolução e da necessidade das Reformas. “Hoje, dos 38,6 milhões de empregos gerados no Brasil, 85% são ofertados por micro e pequenas empresas. As soluções do Século 19 não resolvem os problemas do Século 21, precisamos evoluir e empreender, precisamos adequar a legislação trabalhista à atual realidade. Temos a certeza de que o Brasil do futuro vai entender o que foi feito em 2017, e que deveria ter sido feito há muito tempo. Se assim tivesse sido, hoje teríamos outra realidade de empregabilidade, não contaríamos com 13 milhões de pessoas buscando emprego. Pela capacidade produtiva do Brasil, poderíamos estar numa situação de pleno emprego. Somente nos últimos anos, perdemos quase 2,8 milhões de postos de trabalho”, concluiu.

Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira

 

Atenção aos municípios

 

O prefeito de Teutônia, Jonatan Brönstrup, igualmente falou da importância das cooperativas e pediu atenção especial do ministro às demandas dos municípios. “Teutônia respira o cooperativismo e não haveria local melhor para receber o ministro se não numa cooperativa como a Languiru, de grande envolvimento social e econômico, contribuindo para o desenvolvimento do município e da região. Aqui ninguém fica sentado e esperando as coisas caírem do céu. Teutônia e região trabalham e produzem muito. Não existe milagre e, em momentos de crise, precisamos trabalhar ainda mais. O que as lideranças políticas precisam fazer é dar condições para que empresários e trabalhadores possam trabalhar, o que contribui para a geração de impostos e futuros investimentos. Peço que Brasília, em todas as suas esferas, tenha um olhar atento às demandas dos diversos setores da economia brasileira, evitando que comitivas de municípios se desloquem mensalmente à capital federal para tentar acessar recursos públicos”, disse, reafirmando que “os agentes políticos são importantes para a construção de grandes projetos”. 

Ministro foi saudado por prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários, representantes de entidades relacionadas ao agronegócio, parceiros e cooperativas coirmãs, gerentes e coordenadores setoriais da Languiru, integrantes dos Conselhos de Administração e Fiscal da cooperativa, lideranças políticas, representantes da Emater e da imprensa

 

Momento histórico

 

Presidente e vice-presidente da Languiru classificaram a visita do representante do Ministério do Trabalho como um momento histórico da cooperativa. Na recepção a Nogueira, Bayer e Kreimeier apresentaram institucionalmente a Languiru e enalteceram a evolução nos últimos anos, destacando o processo de gestão para o enfretamento da crise.

“A aproximação com as esferas políticas municipais, estaduais e federais nos permite levar adiante esse grande projeto cooperativo que busca o desenvolvimento regional sustentável. O trabalho desenvolvido pelas cooperativas está diretamente relacionado à qualidade de vida da comunidade, à melhor distribuição de renda”, exemplificou o presidente.

Bayer também falou das dificuldades enfrentadas pela cadeia produtiva, em especial do setor leiteiro. “O quadro é muito preocupante, com muitas famílias de produtores deixando a atividade no Estado”, mencionando problemas causados pela importação de leite, especialmente do Uruguai. Nesse contexto, pediu o apoio do ministro para representar e lavar adiante os anseios da cadeia produtiva em Brasília. “O leite possui importância econômica e social, está presente na grande maioria das propriedades rurais, e a atual política governamental feriu o setor produtivo. Não somos contra as importações, pois sabemos que é uma via de mão dupla, mas que essas negociações ocorram em níveis racionais e que não prejudiquem a cadeia produtiva local”, alertou.

Ministro recebeu mimo da Cooperativa Languiru e da Administração Municipal de Teutônia

O presidente ainda se disse preocupado com as reformas tributária, política, trabalhista e, em especial, a Reforma da Previdência. “São medidas necessárias para o crescimento do país, mas que devem ser tratadas com muita seriedade. Que seja feita de forma racional, sem prejuízos à classe trabalhadora. Nos aliamos aos anseios das entidades de classe, como os sindicatos de trabalhadores rurais, que defendem os direitos do trabalhador do campo”, concluiu.

Kreimeier acrescentou que Nogueira é o primeiro ministro brasileiro que visita a Languiru. “Isso é motivo de orgulho para toda a ‘família Languiru’, que envolve direta e indiretamente mais de 40 mil pessoas na sua área de atuação, considerando colaboradores, associados e suas famílias. Isso é prova de que o trabalho desenvolvido pelas cooperativas é relevante, contribuindo para o desenvolvimento sustentável”, frisou.

Conjunto Instrumental do Colégio Teutônia recepcionou convidados na Associação dos Funcionários da Languiru

O vice-presidente também falou de ações de incentivo à permanência dos jovens no campo. “Além de pagar o preço mais justo ao produtor rural, disponibilizamos acesso a bolsas de estudo para associados e funcionários. Com isso, qualificamos a mão de obra e formamos novas lideranças. Muito do desenvolvimento regional é fruto desse trabalho das cooperativas, uma vez que tudo que é gerado pelos associados é reinvestido na comunidade local. A Languiru, a exemplo de suas coirmãs, movimenta a economia e torna a região mais forte”, concluiu, agradecendo a visita do ministro. “Precisamos dessas lideranças no nosso meio.”

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Temporada de Prêmios Languiru

Ganhadores do primeiro sorteio recebem premiação

Cadeia leiteira

Fórum Tecnológico do Leite traz ciclo de palestras online

Temporada de Prêmios Languiru 2021

Sorteados primeiros vales-compras e motocicleta

“Somos penta”

Prêmio Exportação RS reconhece trabalho da Languiru no segmento alimentos

Tecnologia no campo

Languiru oferece curso gratuito de inclusão digital aos seus associados

Aprendiz Cooperativo do Campo

Nova turma participa de atividades teóricas e práticas até janeiro de 2023

Líderes de Núcleo

Desempenho e investimentos pautam reunião online

Amplo e moderno

Apresentado novo Agrocenter Máquinas

Encontro Mulheres Cooperativistas

Languiru disponibiliza vagas gratuitas limitadas

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.