Notícias

1º Almoço em Homenagem às Mães – Evento propôs reflexão sobre o comportamento da mulher

26/05/2017

A Cooperativa Languiru resolveu mudar o cardápio do tradicional chá destinado às mulheres que integram o quadro social. Após 12 edições no formato anterior, com o intuito de atender uma solicitação das associadas, a cooperativa promoveu o 1º Almoço em Homenagem às Mães. O evento ocorreu no dia 25 de maio, na Associação dos Funcionários da Languiru, e foi prestigiado por aproximadamente 350 mulheres, entre associadas, esposas, filhas, noras e mães de associados.

Depois dos tradicionais eventos de Chá das Mães, edição deste ano inovou com almoço festivo e diversas atrações (Fotos: Leandro Augusto Hamester)

Por um dia, elas optaram em sair da rotina na propriedade rural para buscar informações, compartilhar experiências e receber uma justa homenagem. No estande da Famit/Fubest, as mulheres aproveitaram os serviços de manicure e enfermagem. Da mesma forma, no espaço da Mary Kay, organizado pelas consultoras e diretora da unidade Patrícia Perin, elas tiveram acesso ao serviço de maquiagem. Já no estande da Natumate puderam saborear o chimarrão, num ambiente especialmente preparado para o evento, com decoração de plantas naturais da Lú Flores.

 

Mãe é o equilíbrio da família

 

O vice-presidente Renato Kreimeier deu as boas-vindas e enfatizou a importância da participação da família do produtor rural na tomada de decisões na cooperativa, o que fortalece a instituição. “Uma cooperativa deve vir ao encontro dos associados, oferecendo uma renda justa para que os filhos do produtor rural também fiquem na propriedade”, apontou.

Vice-presidente Renato Kreimeier e esposa Rosemari entregaram lembrança da Languiru às mulheres

Kreimeier mencionou alguns números para exemplificar a representatividade da Languiru para a economia regional, além da sua atuação do mercado nacional e internacional. “Estive no Oriente Médio, uma região que compra muito frango da Languiru. Pude ver que o nosso produto está presente nos melhores restaurantes e hotéis. É uma alegria tão grande que é difícil de explicar”, admitiu. Ainda comentou sobre novidades direcionadas ao quadro social. “Precisamos cuidar bem dos associados”, disse, convidando as mulheres a terem voz ativa no dia a dia da cooperativa. “A mãe é o equilíbrio dentro da família, além de ter um papel decisivo dentro da Languiru”, declarou.

 

O papel da mulher nos tempos atuais

 

A programação seguiu com a palestra do teólogo e educador David Guilherme Orling, que estimulou reflexão sobre o papel da mulher nos tempos atuais. O palestrante explicou que o poder pode ser repassado conforme a conveniência, por outro lado, lembrou que autoridade não pode ser transmitida para ninguém. Nesse sentido, incentivou as mulheres a serem autoconfiantes na tomada de decisões. “A mulher tem a característica da sensibilidade, porém, ter autoridade nesse século é essencial”, sintetizou.

Palestrante David Guilherme Orling

Orling comentou que existem cinco princípios para saber se a mulher tem ou não autoridade. O primeiro princípio é a compaixão, definida por ele como uma habilidade de se colocar junto a alguém. “É algo essencial para quem tem autoridade. Ter compaixão é tentar entender o que o outro está sentindo, uma vez que a pessoa compassiva sabe se colocar no lugar do outro”, resumiu. O segundo princípio é falar a verdade. Orling estabeleceu que uma pessoa é confiável na medida em que ela é verdadeira, ou seja, procura ser sincera com o próximo. “Uma mulher não diz tudo na cara. Ela se cala, mas procura dizer sim ou não”, apontou. A terceira característica é a fidelidade, um conjunto de valores que recebemos de nossos antepassados, segundo Orling. O teólogo citou a honestidade e o gosto pelo trabalho como exemplos. “Em tempos tão complicados, onde as pessoas fazem o que bem querem, encontrar uma pessoa com fidelidade é como encontrar um tesouro”, comparou. O quarto princípio é o conhecimento, representado pelo prazer em estudar e buscar o constante aperfeiçoamento. Já o quinto princípio é o amor, que é dividido em afeição natural pela família, amor erótico, amor de química de pele, amor pelos amigos e amor altruísta. “Todos nós amamos muitas coisas, visto que é difícil definir o que é o amor. Se eu pudesse explicar eu diria que amar é procurar fazer sempre o melhor”, reiterou.

Muita alegria e satisfação no momento da maquiagem

 

O maior patrimônio são os associados

 

Por fim, o presidente Dirceu Bayer destacou o crescimento da cooperativa e convidou os associados a participarem das assembleias. Da mesma forma, enalteceu a política de valorização da mulher dentro da Languiru. “O maior patrimônio da cooperativa não são as unidades industriais, mas sim os associados”, frisou.

Presidente Dirceu Bayer e esposa Gisela parabenizaram as mães pela passagem do seu dia

Bayer enalteceu o lançamento do Programa de Inclusão Social e Produtiva, na sua opinião, uma forma de reconhecer a importância dos produtores rurais que já contribuíram no crescimento da Languiru. Também explicou o novo modelo de capitalização dos associados em relação à correção do capital social, que corrige as quotas-partes dos associados da Languiru em 12% ao ano, outra forma de valorização. “Vocês podem dizer com orgulho que são associados da Languiru”, finalizou o presidente, pedindo que o público valorize cada momento que passa com as mães.

 

Presente para as mães

 

Em seguida, a secretária-executiva Rosemeri Krämer leu mensagem às mães ao som do violão de Marco Mallmann. As mães agradeceram com uma salva de palmas. Prontamente, a direção e suas esposas entregaram uma lembrança às associadas. As mulheres ainda receberam brindes da Farinha Maria Inês na chegada ao evento, além de homenagens especiais a mãe mais jovem, a mãe mais idosa, a mãe com mais filhos presentes no evento, a mulher que tivesse a foto do marido impressa na carteira e a mãe que tivesse na bolsa uma caneta da Languiru.

No estande da Famit/Fubest, as mulheres aproveitaram os serviços de manicure e enfermagem

A contadora da Languiru, Carla Gregory, atuando na Controladoria da cooperativa, também fez uso da palavra e ressaltou a importância da participação das associadas nos eventos promovidos pela Languiru. Reforçou o pedido para que todas contribuam com sugestões para a programação do próximo ano, enfatizando que “o evento foi planejado e organizado pensando na satisfação e no bem-estar das mulheres”. Emocionada, lembrou do papel importante que uma mãe exerce no contexto familiar.

 

Desfile de modas

 

Logo após o almoço, para finalizar ocorreu desfile de modas do Setor de Confecções e Calçados do Supermercado Languiru do Bairro Languiru, cujos modelos foram os próprios colaboradores e familiares das lojas de Teutônia e de Poço das Antas. O público conferiu a moda outono/inverno como casacos, blusas, calças e botas.

Desfile apresentou moda outono/inverno, como casacos, blusas, calças e botas

 

 

 

TEXTO – Éderson Moisés Käfer e Leandro Augusto Hamester

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

Meteorologia

Perspectivas do clima para o planejamento da lavoura serão pauta de encontro de associados

Grãos e hortifrúti

Languiru sela parceria com a Philip Morris

Dia do Colono e do Motorista

No campo, a tecnologia. Na estrada, a fé

Gratidão ao cooperativismo

“Eu sei mais ou menos como é o céu, é tão bonito, tão leve”

Tecnologia

Aplicativo reúne e fornece informações sobre captação de leite na propriedade rural

Dia C

Languiru lança segunda edição de projeto de gastronomia direcionado a comunidades carentes

Gestão e Liderança Cooperativa

Languiru inicia nova edição de curso previsto no Estatuto e Sistema de Governança

Expansão

Cooperativa Languiru inicia coleta de leite na Região Sul do Estado

Segurança pública

Languiru auxilia nas reformas do Presídio Estadual de Lajeado

Ao continuar a utilizar o nosso website você concorda com a nossa política de privacidade.